17 de setembro de 2015

Resenha | Dias Sombrios - Leonardo Rodrigues

Autor: Leonardo Rodrigues

Número de páginas: 184

Ano: 2015

Editora: Kalein

Skoob: AQUI
Sinopse: Três histórias que nunca serão as mesmas, a partir do momento em que seus destinos se cruzam. Melissa, capitã das líderes de torcida, sua personalidade forte e seu estilo são pontos que a diferem de suas colegas. Leonardo, seu melhor amigo desde a infância, compartilha junto a ela um passado sombrio que deixou marcas que nunca serão totalmente curadas. Adriel teve uma parte de si retirada muito cedo e nunca poderá ser substituída, e isso o levou a ter alguns problemas que podem colocar sua vida em risco, será que ele irá encontrar uma maneira de resolvê-los? Ou seria alguém? Tempestus, uma cidade pequena localizada no interior da Califórnia, nos Estados Unidos. Uma cidade propícia aos diferentes climas e forças da natureza. Melissa sente despertar nela algo que nem imagina ser capaz de suportar. Será Melissa capaz de superar seus limites? O que faria para salvar a vida de quem ama? Seus piores pesadelos estão prestes a virar realidade.

 

Viva a vida como se fosse uma ampulheta. Faça com que cada grão tenha valido a pena.

Dias Sombrios conta a história de Melissa, uma adolescente que vem passando por alguns problemas pessoais. Seus pais são relapsos e acabaram de se divorciar. Sua mãe foi embora de casa e Melissa ficou morando com o pai e a irmã. Suas notas despencaram, seu namoro terminou e seu humor não anda lá dos melhores.

Dor e culpa se alojaram dentro de mim com raízes profundas e são impossíveis de serem extraídas dali sem tirar meu coração junto.

O que falar sobre Tempestus? Essa pequena cidade fictícia situada no interior da Califórnia? Ela é estranha! Se de manhã está sol, não se anime, de uma hora para outra tempestades violentas e destruidoras se formam. Isso sem falar nos terremotos!

Melissa é amiga de Leonardo, um garoto que tem uma vida muito sofrida. E em uma dessas tempestades Leonardo sofre uma grande perda.

Melissa e Leonardo acabam fazendo amizade com Adriel, um aluno novo que também vem passando por muitos problemas e que se culpa pela morte da mãe. Por se sentir tão culpado, Adriel se automutila.

Fechei meus olhos e, em meio a soluços, comecei a passar a ponta do objeto pontiagudo vagarosamente em meu pulso.

Adriel e Melissa acabam se apaixonando. E esse novo sentimento começa a fazer Adriel sorrir novamente.

Só que eles moram em Tempestus, e uma terrível tempestade faz a escola desmoronar.

O gosto do sangue nos meus lábios secos e o cheiro de poeira era uma das coisas que eu mais odiava em estar presa em meio a pedaços enormes de concreto.

Será que Melissa e seus amigos vão sobreviver? Será que o resgate vai chegar? Eles não sabem como está a situação no restante da cidade. Não sabem como estão seus familiares, se estão vivos. Tudo o que eles podem fazer é esperar.

••••••••••

Vocês perceberam que todos os três personagens que eu citei são problemáticos, né? Dias Sombrios é um livro que aborda várias situações vivenciadas por muitos adolescente por aí.

Bullying, automutilação, bipolaridade, baixa autoestima, gravidez na adolescência, problemas familiares…

Eu me senti mais comovida com o drama de Adriel do que com o de Melissa. Senti muita dó dele!

Dias Sombrios é um pouco diferente do que eu imaginava. Pensava que a história seria mais misteriosa, que as mudanças climáticas de Tempestus escondiam algum segredo. Pelo menos nesse primeiro livro nada foi revelado.

Tenho que elogiar a diagramação do livro! No início de cada capítulo há uma arte com um céu tempestuoso, o que nos transmite perfeitamente o clima de Tempestus. As folhas são grossas e amareladas. Isso sem falar na capa, que eu adoro!

O livro tem alguns problemas de revisão. Há alguns erros ortográficos e de pontuação. Eu achei que há vírgulas demais, o que fez a fluidez da leitura ficar um pouquinho prejudicada.

Achei também que algumas passagens não tiveram a profundidade necessária para que nós pudéssemos entender o drama dos personagens, como foi o caso da perda que Leonardo sofreu.

Agora só me resta esperar o segundo livro para saber qual vai ser a continuação do drama dos personagens, se é que eles vão sobreviver...

Observação: Conteúdo postado quando a plataforma do blog ainda era WordPress. Com a mudança, todos os comentários foram perdidos.

Nenhum comentário

Postar um comentário