27 de fevereiro de 2016

Resenha | O Visconde Que Me Amava - Julia Quinn


Autora: Julia Quinn

Número de páginas: 288

Ano: 2013

Editora: Arqueiro

Skoob: AQUI
Sinopse: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.

Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.

Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.

Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.

 

Quando Anthony enfim saíra do quarto, os primeiros raios da aurora conferiam uma coloração cor de rosa ao céu e ele, por alguma razão, sabia que seus dias estavam contados do mesmo modo que os de Edmund estiveram.

23 de fevereiro de 2016

Resenha | Proibido - Tabitha Suzuma


Autora: Tabitha Suzuma

Número de páginas: 304

Ano: 2014

Editora: Valentina

Skoob: AQUI
Sinopse: Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.

Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.

Eles são irmão e irmã.

Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.

 

 — Como o nosso amor pode ser considerado horrível, quando não estamos fazendo mal a ninguém?

18 de fevereiro de 2016

Resenha | O Sorriso da Hiena - Gustavo Ávila

Autor: Gustavo Ávila

Número de páginas: 304

Ano: 2015

Publicação independente

Skoob: AQUI
Sinopse: Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitável psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém, a proposta feita pelo misterioso David coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral.

Para saber se é uma pessoa má por ter presenciado o brutal assassinato dos seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a dele, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma na vida delas.

Até onde ele será capaz de ir? É possível justificar um ato de crueldade quando, por trás dele, há a intenção de fazer o bem?

 

 — Eu não quero fazer um curativo no dedo, eu quero…tirar o corte da faca. 

9 de fevereiro de 2016

Resenha | O Duque e Eu - Julia Quinn


Autora: Julia Quinn

Número de páginas: 288

Ano: 2013

Editora: Arqueiro

Skoob: AQUI
Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível.

É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga.

A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

 

O desespero na voz de Simon lhe disse tudo o que ela precisava saber. Ele a queria. Desejava. Estava louco por ela.

5 de fevereiro de 2016

Resenha | Terra Cruz - Leonardo Brum


Autor: Leonardo Brum

Número de páginas: 312

Ano: 2012

Editora: Novo Século

Skoob: AQUI
Sinopse: “Há três maneiras de se acabar com um vampiro: a luz do fogo, a luz do dia e a luz do criador”.

A pequena cidade de Terra Cruz vive ares de modernidade: inaugura sua primeira boate, e faz planos para o Baile de Máscaras no Carnaval.

Um grupo de turistas exóticos chega em um misterioso ônibus de excursão. Pessoas andam desaparecendo. Santiago descobre algo terrível na festa de seu melhor amigo. Além disso, coisas estranhas andam acontecendo com ele.

Um macabro plano de vingança será colocado em prática. Os incautos moradores tentam fugir em meio ao desespero. Um estranho mendigo perambula pelas ruas. Ninguém sabe, mas, além de tudo isso, algo mais está à espreita.


— Curioso — disse a criatura — o inferno já mora nesses ruas há vinte anos, mas ninguém sequer sabia disso...