28 de maio de 2016

O que conta o conto? | Pá de Cal - Gustavo Ávila

Autor: Gustavo Ávila

Número de páginas: 40

Ano: 2015

Publicação independente

Skoob: AQUI

Compre: AQUI
Sinopse: Seis pessoas acordam sem memória em uma vila. Cada uma delas em uma casa, no interior de uma estranha floresta artificial. Em cada casa há uma caixa trancada por seis fechaduras e uma carta, com uma das chaves e um bilhete que diz:

“Suas lembranças estão no interior desta caixa. Para abri-la você terá que reunir as chaves das outras cinco pessoas que estão na vila. Se uma pessoa reunir as seis chaves e abrir a caixa, um sistema irá destruir automaticamente o interior das outras cinco. Somente um poderá se lembrar quem é. Boa sorte.”

Descubra por que as seis pessoas estão nessa misteriosa vila. Quem conseguirá recuperar sua memória. Como ela fará isso. E, principalmente, a que custo.

Em Pá de Cal nós somos apresentados a seis pessoas, quatro homens, uma mulher e uma adolescente, não sabemos o nome de nenhum deles e nem eles sabem os próprios nomes. Na verdade eles não sabem de nada sobre suas vidas! Eles são chamados de acordo com o número da casa onde acordam. Número 1, Número 2, e assim sucessivamente.

24 de maio de 2016

Resenha | Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock


Autora: Ka Hancock

Número de páginas: 336

Ano: 2013

Editora: Arqueiro

Skoob: AQUI
Sinopse: Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.

Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.

Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.

Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

 

Todo casamento é uma dança: complicada às vezes, maravilhosa em outras. Porém haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro.

12 de maio de 2016

O que conta o conto? | Desejo - L. L. Alves


Autora: L. L. Alves

Número de páginas: 22

Ano: 2013

Publicação independente

Skoob: AQUI

Compre: AQUI
Sinopse: Daniella passa pelos dilemas mais comuns da vida adulta e precisará entender que o importante não é quantos quilos a balança exibe, mas o que sentimos ao nos olhar no espelho. Com uma pitada de humor e erotismo, nossa protagonista encontrará alguém que inesperadamente lhe mostrará que a vida merece ser vivida ao máximo, jamais ignorando seus anseios.

Desejo é um conto sexy que aborda temas do cotidiano e mostra como se sentir bem consigo mesma é a chave para a felicidade.

Apenas senti que havia algo muito certo ali, algo que era para ter acontecido.

5 de maio de 2016

Resenha | O Que Restou de Mim - Kat Zhang


Autora: Kat Zhang

Número de páginas: 320

Ano: 2014

Editora: Galera Record

Skoob: AQUI
Sinopse: Addie e Eva são híbridas duas almas no mesmo corpo. Em sua realidade, todos nascem assim mas, ainda na infância, uma das almas torna-se dominante. Mas isso nunca acontecia com as duas. Considerados instáveis e perigosos, os híbridos foram perseguidos e eliminados das Américas. E quando o segredo delas é ameaçado, Eva e Addie descobrirão da pior forma que há muito mais sobre os híbridos do que os noticiários de TV e os livros de história contam.


 

Por um instante, apenas um instante, um milésimo de segundo, todos ficaram imóveis. Um segundo. Um instante de medo, suor e sangue.