28 de dezembro de 2016

O Que Conta o Conto? | Excesso de Amor e O Dia Em Que o Sol Não Nasceu

Oi, gente, tudo bem? <3 Eu estava aqui, nesse calor de cinquenta graus dessa cidade abençoada – SQN – lendo Jantar Secreto como se não houvesse amanhã. Só que aí o negócio começou a ficar tenso no livro, tão tenso que eu tive que dar uma parada para respirar! 😛 Então resolvi pegar meu Kindle para ver se ele ainda tinha bateria – tinha – e fiquei fuxicando para passar o tempo... foi então que fui vendo os contos que eu ainda não tinha lido e resolvi ler dois que estão na fila há muito tempo. Foram leituras bem rápidas, não levei nem quinze minutos lendo os dois, e já vim contar para vocês as minhas impressões! 😉

Autora: Bianca Sousa

Número de páginas: 16

Ano: 2014

Publicação independente

Skoob: AQUI

Compre: AQUI

Sinopse: Sinopse: Lua é uma garota de 17 anos que tem uma difícil escolha a fazer em seu último dia de vida.
Frio, morte e escuridão estão à espreita.
E você, o que faria se um dia o Sol não nascesse?

“O dia que o sol não nasceu” é um conto distópico apocalíptico.

Para quem não sabe, Bianca Sousa é parceira aqui do blog. Já tive o prazer de ler dois de seus livros, Eterna: O Som do Amor e O Canto do Cisne. No começo do mês, se não me engano, O Dia Em Que o Sol Não Nasceu estava gratuito na Amazon, então aproveitei a oportunidade.

Infelizmente não curti o conto. Ele não é ruim, mas ele definitivamente não era nada daquilo que eu estava esperando. Ele é descrito como um conto distópico, mas não consegui encontrar essas características ao longo da história.

Aqui nós conhecemos Lua, uma menina de dezessete anos que vê sua vida se transformar quando, de uma hora para outra, o sol começa a morrer e a não nascer mais. O mundo se torna um lugar muito frio e as pessoas começam a morrer, inclusive pessoas muito próximas de Lua. E é nesse momento, quando tudo está desmoronando, que Lua resolve usar o pouco tempo que lhe resta para encontrar Gabriel, um menino que conheceu na internet e por quem está apaixonada.

Há alguns errinhos de revisão bem bobos que às vezes fazem a gente ter que ler duas vezes o trecho em questão, e eu achei o conto muito mais cômico do que outra coisa. Não, isso não é ruim, mas eu definitivamente estava esperando algo diferente e impactante. Deu para perceber também que a escrita da Bianca evoluiu muito desde esse conto até O Canto do Cisne, que foi o último livro dela que li.


— Filha, olha pra mim — seu tom não era para brincadeira. Então eu tive de olhar. — A NASA tinha detectado manchas escuras no sol algumas semanas atrás. Eles não souberam identificá-las. Mas agora, bem, tudo o que precisamos saber é que o sol está em processo de morte, condenando todo tipo de vida terrestre.
••••••••••

Autora: Gislaine Oliveira

Número de páginas: 15

Ano: 2014

Publicação independente

Skoob: AQUI

Compre: AQUI
Sinopse: Mel era diferente de todos que um dia conheci. Sofria por amor. E se você acha que isso não a torna diferente de ninguém, deixe-me contar então a sua história.
Também sou parceira da Gislaine e já resenhei um de seus livros aqui, o Se Eu Fosse a Cindrela. Excesso de Amor me prendeu do início ao fim. Nele conhecemos Mel, uma jovem muito inteligente que é monitora em uma escola e que acaba se apaixonando por Pedro, novo professor de História do estabelecimento. O interesse é mutuo, já que Pedro também fica fascinado pela moça.

Os dias vão passando e o sentimento de ambos vai ficando cada vez mais forte. O natural seria que os dois ficassem juntos, não é mesmo? Mas as coisas não são tão simples assim…

O conto, apesar de curto, é profundo e doloroso. Quantas vezes você já teve que tomar uma decisão que mudaria tudo aquilo que você tinha planejado para a sua vida? Algumas pessoas conseguem fazer isso facilmente, outras não... em qual grupo Mel se encaixa?

A verdade é que ninguém sofre por amor. As pessoas sofrem pela falta dele. Ela, porém, sofria pelo excesso

E aí, já conheciam os contos? Qual deles mais chamou a atenção de vocês? Me contem nos comentário, ok? Vou adorar saber! 😉

Observação: Conteúdo postado quando a plataforma do blog ainda era WordPress. Com a mudança, todos os comentários foram perdidos.

7 comentários

  1. Olá Tamires! Eu li o post sobre o corrido co o seu blog e deixou um comentário lá, mas agora é bola para frente que os comentário vem de novo.
    Da Bianca eu tenho o livro Eterna: O Som do Amor e estou ansiosa para adquirir O Canto do Cisne. Você soube que o último livro dela agora está sendo vendido no amazon em exemplar físico? Fiquei extremamente feliz por mais essa conquista da autora.
    Quanto a Gih ainda não surgiu nenhuma oportunidade de conferir nenhum livro dela, mas eu quero e muitooo!

    Beijinhos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, muito obrigada pelo carinho! <3

      Excluir
    2. Sim, Amanda, eu soube! A Bi merece muito, e eu ainda vou comprar os exemplares físicos, pois adorei os dois livros dela que li, principalmente O Canto do Cisne! E aquela capa? Só amor! hahahha
      Obrigada pelo apoio! ♥

      Excluir
  2. Oi, Tamires! O blog novo está lindo. Não soube que tinha acontecido algo de ruim com o antigo. O que houve? Sobre eu ter melhorado a escrita! Siiiiim! \o/ rs "O dia que o Sol não nasceu" foi meu primeiro conto e faz um tempão que o escrevi, mas que bom que se divertiu. Não acho isso ruim não! rs Um grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ihhh, Bi... é uma longa história. Eu estava acabando de me organizar para mandar uma mensagem para todos os parceiros, mas você foi mais rápida e chegou aqui primeiro! hahahaha
      Vou te contar lá no face! ♥

      Excluir
  3. Olá, Tamires.
    Fiquei interessado pelo conto da Gih. Quando li a premissa, pensei que fosse algo clichê. Porém, a sua resenha me deixou em dúvida.
    Tentarei ler.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores, dividindo 4 livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é clichê não, Marcos, é bem interessante! Acho que você vai curtir!!

      Excluir