26 de maio de 2017

Lendo com o JP | Serraria Baixo-Astral - Lemony Snicket (Desventuras em Série #04)

Oi, gente, tudo bem? Hoje é dia de resenha do Joãozinho! Quem estava com saudade? <3

Livro cedido em parceria com a editora.

Autor: Lemony Snicket

Série: Desventuras em Série #04

Número de páginas: 176

Ano: 2016

Editora: Seguinte

Skoob: AQUI

Compre: Americanas | Submarino
Sinopse: Na opinião de Lemony Snicket, "de todos os volumes que contam a vida infeliz dos órfãos Baudelaire, Serraria baixo-astral talvez seja o mais triste até agora". Alto-Astral é o nome da serraria que serve de cenário para as novas calamidades que Klaus, Violet e Sunny serão obrigados a viver. Trata-se de uma "ironia do destino", pois ali, no meio daquelas árvores derrubadas, daquelas enormes toras de madeira, o que as três crianças vão encontrar é mais uma coleção de coisas horripilantes, tais como uma gigantesca pinça mecânica, bifes do tipo sola de sapato, uma hipnotizadora e um homem com uma nuvem de fumaça no lugar da cabeça. A vida dos Baudelaire é mesmo muito diferente da vida da maioria das pessoas, "a diferença principal estando no grau de infelicidade, horror e desespero"...

Diante desse quadro, algum leitor desavisado pode desconfiar: "Como é que alguém vai se divertir com um livro desses, se as personagens não param de sofrer?!". A pergunta faz sentido, mas é justamente aí que descobrimos um dos melhores segredos de Lemony Snicket, pseudônimo do americano Daniel Handler. Ele leva o exagero às raias do absurdo, faz o realismo perder feio para o mais deslavado faz-de-conta e o resultado não poderia ser outro: um jogo literário incessantemente bem-humorado.

Oi, pessoal. Hoje trago a resenha do quarto livro da série Desventuras em Série. Espero que gostem!

Depois de tantas tragédias, os Baudelaire embarcam em um trem para serem levados a Paltryville, e esse trem infelizmente leva as três crianças para mais uma desventura.

Chegando lá, Violet, Klaus e Sunny estavam andando sozinhos pela cidade e a primeira coisa que lhes chamou a atenção foi uma casa em formato de olho, mas não era lá que eles iriam ficar, e sim em uma serraria próxima a esta casa. Havia um bilhete na porta da serraria avisando que eles teriam que trabalhar ali. Eles entraram no local e conheceram um homem que perguntou quem eles eram e, depois de explicar, os Baudelaire foram jantar um bife horrível. Eles até fizeram um novo amigo chamado Phil, que era muito otimista.

No dia seguinte, os Baudelaire acordaram com o som de panelas e acabaram conhecendo o capataz Flacutono, o pior capataz de todos, e assim o primeiro dia de trabalho começou. Violet e Klaus estavam com as mãos acabadas e, acredite ou não, Sunny até cansou de morder! Depois do trabalho eles foram conhecer Senhor, dono da serraria. Senhor informou que até Violet atingir a maior idade eles receberiam em tíquetes de descontos, assim como o resto dos funcionários. As crianças acharam meio injusto, mas ele disse que pelo menos estariam a salvo do conde Olaf. Os Baudelaire não tiveram outra escolha a não ser aceitar e trabalhar na serraria por mais tempo.

Os dias de trabalho foram longos e Flacutono era terrível. Ele até colocou os pés na frente de Klaus, fazendo-o cair e estraçalhar seu óculos inteirinho. Phil levou Klaus para o Oftalmo, que era a casa em formato de olho. Quando eles voltaram, Klaus não disse uma palavra e até parecia estar hipnotizado, deixando Violet e Sunny muito preocupadas.

Ao acordar com o som das panelas do capataz, Klaus foi imediatamente trabalhar, mas algo muito horrível aconteceu quando ele estava controlando uma máquina. Após causar o acidente, Klaus acordou da hipnose sem lembrar de nada. Charles, o sócio da serraria, falou que levaria Klaus novamente ao Oftalmo, mas dessa vez Violet pediu para ir junto. Violet e Sunny foram para a sala de espera e lá conheceram a secretária Shirley, uma mulher muito, muito estranha.

Após sair da sala de operações, Klaus estava novamente hipnotizado. Senhor avisou que se causassem mais algum acidente ele iria dá-los para uma bela secretaria que queria ter filhos: a estranha Shirley. Violet e Sunny foram para a biblioteca procurar algum livro sobre hipnose, já que ele estava prestes a causar mais um acidente.

O que será que vai acontecer? Quem será essa Shirley? Leia e descubra!


•••••• 

Sinceramente eu achei que o livro poderia ser melhor, mas mesmo assim ele foi bem interessante, isso eu tenho que admitir. O que aconteceu foi que ele não me prendeu tanto quanto alguns que li antes.

O livro fala um pouco da realidade porque realmente existem pessoas que colocam crianças para trabalhar sem nem se importar com a idade delas. O personagem que eu mais gostei dessa vez foi o conde Olaf por ele ter se escondido bem, até praticamente o final da história.

A frase do livro que eu escolhi dessa vez foi:

Se algum dia vocês passaram por uma experiência lamentável, com certeza já ouviram que na manhã do dia seguinte se sentiriam melhor.

Escolhi essa frase porque sempre nos dizem isso, mas, por mais que a gente queira, nem sempre é verdade.




Meu nome é João Pedro, tenho doze anos e sou sobrinho da Tamires. Tenho dois irmãos, a Joyce e o Miguel. Gosto de ler e desenhar. Descobri o gosto pela leitura através do livro Diário de um Banana. Minha tia me convidou para escrever para vocês através do blog dela. Espero que curtam!



Leia mais: 
 
http://www.meuepilogo.com/2017/03/lendo-com-o-jp-sala-dos-repteis-lemony.htmlhttp://www.meuepilogo.com/2017/02/lendo-com-o-jp-mau-comeco-lemony.htmlhttp://www.meuepilogo.com/2017/03/lendo-com-o-jp-o-lago-das-sanguessugas.html

40 comentários

  1. Adorei a resenha,sou mega curiosa para ler essa série!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de ler, Chay.

      Excluir
  2. Que resenha bem feita! Você escreve muito bem JP! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escreve, né, Flávia? Ele é um orgulho! <3

      Excluir
  3. Que resenha bacana! Fiquei muito curiosa. Embora eu possua a série, ainda não tive a oportunidade de desfrutá-la. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que consiga começar a ler, Nádya!

      Excluir
  4. Ola
    Estou adorando acompanhar as resenhas dos livros dessa série, ainda mais porque me deixa ainda mais motivada. Gosto muito da premissa e tenho curiosidade quanto ao desenvolvimento dos personagens diante de todas as desventuras. Estou louca para adquirir!
    Beijos, F
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi João,
    Parabéns querido, você é tão novinho e escreve muito bem viu, continue aparecendo por aqui adorei sua resenha. Quanto ao livro, tenho que admitir vergonhosamente que mal passei do primeiro dessa série, eu ainda pretendo muito ler esses livros, mas não gostei muito da forma que o autor escreve, vou tentar mais um pouquinho quem sabe com o tempo melhora, né?

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele ainda aparecerá muito por aqui, Delmara, pode deixar!

      Excluir
  6. Oi, J.P! Tudo bem? Rapaz, como você pode gostar do Conde Olaf? Eu odeio ele com todas minhas forças hahahahaha

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi João e Tami,
    Eu quero muuuuuito ler essa série, a cada resenha eu fico mais empolgada.
    E eu vou te falar que o Conde Olaf é tão interessante, gosto dele e por ele leria a série.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho o conde Olaf bem interessante! Tem que ter muita criatividade para tanto disfarce! hahahah

      Excluir
  8. Oi, João e Tamires!
    Ah o Conde Olaf... realmente, ele tem uns disfarces que são muito bons mesmo. Já faz algum tempo que li Serraria, mas lembro que ele não foi um dos meus preferidos da série, apesar de tocar no assunto do trabalho infantil e suscitar boas reflexões sobre o assunto...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi
    que bom que achou esse interessante, mas essas crianças sofrem coitadas, para fugir de um homem horrível vivem em cada situação. Gostei da resenha,

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, JP.
    Estava sentindo sua falta hehe. Espero que goste mais dos próximos livros. Eu sinceramente não gostei tanto assim, já estava cansada de tantas tragédias hehe. Essa frase que você escolheu é até que verdade porque as coisas parecem piores a noite, mas depende da situação, elas continuam ruins hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, Sil. Mas realmente é muita tragédia, né? hahaha

      Excluir
  11. Oi JP, tudo bem? Eu ainda não comecei a ler a série, mas ela parece ter altos e baixos, que pena que não te empolgou tanto, mas quem sabe no próximo.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Mi. Nada como um livro após o outro!

      Excluir
  12. Oi, JP!
    Menino, super concordo com o quote que você separou.
    Espero que os outros livros sejam melhores que esse.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu estou adorando acompanhar as suas resenhas de Desventuras em Série aqui no blog. Eu assisti finalmente toda série na Netflix e eu gostei muito do episódio que trata exatamente desse livro, uma pena que ele não seja tão bom quanto os outros, espero que melhore, afinal tem muitos ainda pela frente. Eu tbm gostei do Conde Olaf nesse,foi o melhor disfarce, ri muito hahaha.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele também assistiu a série e em breve irá falar sobre ela aqui!

      Excluir
  14. Oi João Pedro, amei sua resenha. A capa desse livro está muito lindinha. Que situação complicada que os irmãos passam nesse volume, tendo que trabalhar nessa serraria. E como será que o garoto foi hipnotizado? Tô curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  15. Oi, João. Amei esse projeto com você, porque isso te incentiva a escrever e a ler, e como eu já li todos os livros dessa série e amo ela, adoro ver sua opinião. Acho que esse livro é um dos poucos que não gostei muito, mas eu confesso que a Shirley me assustou bastante, ainda mais na série kkk você precisa ver! Fora isso, os outros são bem mais interessante, o próximo Inferno no colégio interno também.
    Beijo!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver o que ele vai achar do próximo, Mi! ;)

      Excluir
  16. Olá João Pedro,

    Tenho muita vontade de ler essa série, mas toda vez que penso na quantidade de livro me dá uma preguiça.... Queria muito lê-los antes de ver a séria da Netflix, mas acho que não vai rolar.

    Beijos e obrigada pela dica
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi
    Li a resenha meio por cima pois ainda não cheguei neste livro, então não quis pegar algum spoiler.
    Na verdade, só li o primeiro livro, mas achei o jeito do escritor contar a história muito legal e original. Uma pena este não ter te agradado tanto quanto os outros, mas tenho certeza de que a série como um todo é ótima.

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nenhum spoiler, eu ensinei direitinho como se faz resenha! ;)

      Excluir
  18. Olá, tudo bem?
    Eu simplesmente adoro os livros de Desventuras em Série, cada um é uma diversão diferente e cada diversão uma surpresa diferente... No quarto realmente o Conde consegue se esconder até o final e fico surpreendido como o autor conseguiu atingir a realidade mesmo dentro deste tipo de ficção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gosta. Se eu fosse mais nova leria com certeza, mas acho que hoje em dia não aproveitaria tanto os livros.

      Excluir
  19. Olá,
    Eu sou fã do seriado e já assisti o capítulo da serraria. Também já decidi que leria os livros e até agora só li um kkkk Mas foi o suficiente para me apaixonar por essa série. Com tua resenha fiquei ainda mais tentada a continuar lendo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Ai mds, tao pequeno e arrasando na escrita desse jeito? To loco pra começar Desventuras em Série, sou muito fã do ator protagonista da serie da Netflix e pra ver, tenho que ler os livros antes. Talvez seu post tenha sido o empurrão que eu precisava

    ResponderExcluir