11 de junho de 2017

Resenha | Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter - Sarah MacLean


Autora: Sarah MacLean

Série: Os Números do Amor #2

Número de páginas: 352

Ano: 2016

Editora: Arqueiro

Skoob: AQUI

Compre: Americanas | Submarino
Sinopse: Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.

Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.

Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.

Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.


— Nunca conheci alguém como você. Nunca conheci nenhum homem ou mulher com tanta força. Tanta coragem. Você não está sozinha. Nunca vai estar sozinha.

Isabel Townsend está passando por maus bocados. Filha do falecido conde Perdulário, famoso por suas jogatinas, a jovem administra Townsend Park, a propriedade da família, com o pouco que lhe resta. Seu pai apostou tudo o que tinham na mesa de jogo, chegando, inclusive, a apostar a própria filha. Ela faz o que pode para manter a casa e as aparências, já que precisa garantir o futuro de James, seu irmão mais novo e atual conde de Reddich.

Só que a situação financeira da família não é a única coisa que Isabel esconde. Devido a falta de pagamento, todos os criados abandonaram Towsend Park. A propriedade agora é gerida por Isabel e as mulheres da Casa de Minerva, um tipo de abrigo que Isabel criou para ajudar mulheres que estão fugindo de alguma coisa e não têm para onde ir. E é na Casa de Minerva que Georgiana, irmã mais nova de Simon Pearson, o duque de Leighton, vai pedir abrigo após fugir de casa.  

Isabel olhou para as mulheres à sua volta - para Jane, seu mordomo, capaz de gerenciar a casa com a facilidade de qualquer criado do sexo masculino preparado durante anos; Gwen, uma cozinheira que podia ter sido treinada nas melhores cozinhas de Londres pelo orgulho que tinha de seu trabalho; Kate, que tinha um jeito com cavalos que rivalizava com os dos jóqueis em Ascot. Cada uma delas chegara a Towsend Park em circunstâncias similares às de Georgiana, e cada uma delas recebera casa, comida e a chance de um futuro.

Isabel nunca negou ajuda a mulher alguma, e mesmo correndo risco ao abrigar a irmã de um nobre tão influente, ela acolhe Georgiana. Só que a Casa de Minerva está por um triz, já que um tutor designado pelo conde Perdulário para cuidar dos interesses da família pode chegar a qualquer momento. Isabel precisa transferir as mulheres o mais rápido possível e para isso precisa vender sua coleção de esculturas de mármore, a única coisa valiosa que ainda possui.


Longe dali, Simon fica muito preocupado com o sumiço da irmã, sendo assim, resolve pedir ajuda para Nicholas St. John, famoso por seus talentos como bulan, uma espécie de rastreador. Essa era uma função que Nicholas não exercia desde que voltara do oriente, mas devido ao fato de estar sendo matéria constante na Pérolas e Peliças, uma revista feminina, ele aceita a tarefa com o intuito de fugir do radar das caçadoras de marido. Seguindo os rastros de Georgiana, Nicholas vai parar em Yorkshire, e é lá que seu caminho acaba cruzando com o de Isabel.

Isabel acha que Nicholas é um sinal de que precisa mesmo vender as esculturas, já que ele também é um conceituado antiquário. Sendo assim, ela o convida para fazer uma visita a Towsend Park a fim de avaliar as esculturas. Nicholas fica intrigado com Isabel e acaba aceitando a oferta da moça.

Isabel não sabe que Nicholas está à procura de Georgiana. Nicholas não sabe que Isabel está abrigando-a.

Chegando em Towsend Park, Nicholas estranha a movimentação da propriedade, mas não comenta nada a princípio, porém, com o passar dos dias, ele começa a olhar as coisas com mais atenção.

Nick enrijeceu, observando enquanto o cavalariço se virava para pegar o chapéu que rolava pelo chão. Seu cabelo voava para trás em longas madeixas ruivas, imediatamente ensopado pela chuva. E, quando o garoto se virou de frente para a casa mais uma vez, não houve dúvidas sobre qual era o segredo de Townsend Park.
Nick repassou os criados em sua mente: o cavalariço, o mordomo efeminado, a coleção variada de lacaios pequenos e únicos.
Isabel tinha uma casa cheia de mulheres.


Quando uma tempestade alaga totalmente a estrada, deixando-o preso na propriedade, sentimentos intensos começam a nascer entre Isabel e ele. Só que esse relacionamento não é tão simples, já que junto com ela vem um combo de várias mulheres e um jovem conde. Para Isabel lidar com esses sentimentos também não é tão fácil, pois sua prioridade são suas meninas e seu irmão. E quando Georgiana entra na equação as coisas se complicam mais ainda!
 
••••••••••


Esse gif de Blair Waldorf me representa. Essa sou eu quando leio a última página de um romance de época amorzinho. E Dez Formas de Fazer Um Coração se Derreter definitivamente me fez suspirar.

Nicholas é irmão gêmeo de Gabriel, o protagonista do primeiro livro, e mesmo com as poucas aparições na história anterior ele já tinha me conquistado. Ele, ao contrário do irmão, é super bem humorado e adora flertar, então eu estava com as expectativas lá nas alturas. Sarah não me decepcionou! Nicholas está apaixonante nesse livro, entrou pra lista de crushes literários e tudo! 😂 Ele não tem aquele lado libertino, bem comum nos protagonistas masculinos do gênero, ele é um cavalheiro, mas em nenhum momento deixa de ser sedutor.

Já Isabel também vai na contramão das mocinhas do gênero. A jovem quase não tem vestidos bonitos e não hesita em subir em telhados para consertar algumas goteiras. Bailes? Ela nem sabe o que é isso! Sabe quando a vida obriga as pessoas a amadurecerem rápido demais? Isabel é uma dessas pessoas. Ela quer que os outros sejam felizes em detrimento até da própria felicidade. Ela ainda tem sonhos, claro, mas os coloca de lado em nome da Casa de Minerva e do irmão.


E por falar em irmão, James é a coisa mais fofa. Quando ele aparecia e dava uma de homenzinho da casa eu tinha vontade de entrar no livro e apertar suas bochechas. Fiquei até pensando no tipo de homem que ele seria quando crescesse... espero que Sarah escreva uma história para ele!

Os personagens secundários são interessantes, destaque para Rock, melhor amigo de Nick, e de Georgiana. Essa sim tem um livro só dela e estou ansiosíssima para fazer essa leitura.

Assim como o primeiro livro, Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter também tem sua dose de sensualidade. Mas é tudo descrito com muita doçura e paixão, deixando tudo ainda mais envolvente.

Eu só não favoritei o livro porque achei que A Casa de Minerva poderia ter sido melhor explorada. Ok, esse não era o foco da história, mas em determinado momento eu senti a necessidade de conhecer mais a história daquelas mulheres, sabe?

A edição está ótima e a capa é bonita, apesar de achar que ficaria melhor se tivesse menos pele aparecendo. Não que esteja vulgar nem nada do tipo, mas o que mais chama a atenção nela é o tanto de pele e não o colar, e o que mais me agradou na capa anterior foi justamente a joia. A história é narrada em terceira pessoa e diagramação segue o padrão simples e confortável do volume anterior. As folhas são amareladas, de boa qualidade e não encontrei erros de revisão.


Em suma, Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter segurou bem a marimba e não deixou o ritmo da série cair. A próxima resenha será sobre Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir. Não percam! 😉

Leiam também:

http://www.meuepilogo.com/2017/06/resenha-nove-regras-ignorar-antes-de-se.html



31 comentários

  1. Oi Tamires!! A Sarah Maclean é uma excelente autora, meu único problema com esse livro foi que às vezes tive vontade de bater na Isabel hehehehe poxa, o Nick só quer ajudar hehehheeh mas de todas as formas é um excelente romance de época <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tami!
    O Nick também entrou na lista de crushes literários. Pra ser sincera, eu gostei muito mais dele do que do Gabriel.
    James é muito fofinho! Queria que ele aparecesse mais na série.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Olá Tami!
    Eu li o primeiro livro da série e também já tinha gostado do Nick. Já solicitei esse livro, por que sim, eu queria saber mais dele. Mas devo admitir que só sabia que era dele, não havia lido a sinopse. Não tinha conhecimento dessa Casa da Minerva, e achei super interessante, pena que não teve um foco maior, já que é bem legal principalmente naquela época. Fiquei curiosa pra saber como é o desenrolar da trama, do casal principalmente. Eu já gostei da Isabel, ela foge mesmo das típicas mocinhas de romance... parece ser uma guerreira, né?! Quero ser amiga! hahaha E ah, já achei uma fofura o James. rs Não vejo a hora de ler o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oieee!

    Menina, li uma resenha dele esses dias rsrsr Mais e mais curiosa sobre essa série eu fico. Só vejo gente falando bem... Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  5. Olá
    A série Os números do amor está na minha lista de desejados, e não vejo a hora de poder conferir, especialmente por conta de tantos comentários positivos.Pelo que pude compreender, todos os elementos são bem dosados nessa história né?! Apaixonada demais por essa capa! Muito bom saber que esse volume manteve o ritmo da série, isso é ótimo - e ainda mais motivador!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tami. Eu ainda tenho o primeiro volume da série como meu favorito, mas amei esta história e seus personagens. Inclusive já li a série que fala da Georgiana, então tenho certeza que você irá amá-la! Espero gostar do terceiro volume, estou ansiosíssima para conhecer melhor a Juliana.
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Nossa que resenha empolgante em? Kkk. Eu particularmente não sou um grande e a do gênero, mas as poucas obras que li, me deixaram bem satisfeito. Essa série tem sido bem comentada nos blogs que acompanho e inclusive meu colega de blog já leu os três e gostou bastante. Acho que darei uma chance a autora. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, Tamires.
    Eu amei esse livro e quando terminei não sabia se tinha gostado mais do primeiro ou desse e acabei escolhendo pela capa. Como amo azul, escolhi ela hehe. Mas hoje que já faz tempo que li, acho que o primeiro é um pouco melhor. Mas esse não deixa nada a desejar.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Oi
    que bom que gostou de ler esse e achou um amorzinho, quero muito ler essa trilogia, já que a Sarah me conquistou com os livro do Clube dos canalhas e pela sua resenha essa é uma ótima leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Tami, tudo bem?
    Achei a premissa desse livro super amorzinho!
    Ainda não li romances de época, mas estou super afim! Gostei da dica e já anotei o nome para uma futura leitura. ;3
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Eu ainda não li nada dessa autora, mas sou apaixonada pelas capas, e louca para ler essa trilogia.
    Parabéns pela resenha, já subiu um pouco na lista de próximas leituras.
    Beijos
    Leitora Dramática
    http://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Tô doida por essa série!!!
    Quero muito conferir, pois sou fã de romances de época, e ouvi muitos elogios sobre a autora e a história. Amei sua resenha e as fotos!!

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    menina não sei onde vou parar com tanta indicação para ler essa série, minha irmã caçula compartilha da sua euforia e não para de falar sobre os personagens apaixonantes, já adianto que ela amou o primeiro, gostou bastante desse, mas disse que o terceiro (que ela não botava muita fé) foi o melhor. E eu vou acabar de um jeito ou de outro encaixando esses livros na minha meta de leitura desse ano.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Não sou de ler romances de época, mas sua resenha ficou tão incrível que não tem como não ficar curiosa pra conferir.
    Adorei saber que a autora não perdeu o ritmo em momento algum e que você curtiu muito e tá ansiosa pelo próximo volume, eu preciso ler o quanto antes!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?

    Vejo muitas pessoas falando bem dessa série que tenho muita vontade de ler. Sua resenha ficou ótima, amei as fotos.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Eu escuto muita coisa boa sobre a autora, mas ainda não parei para ler nada dela. Pela sua resenha deu para perceber que a história é bem satisfatória e agradável, eu adoro romances de época e foi bom saber que nesse segundo livro da série os personagens fogem um pouco do padrão. Sua resenha está maravilhosa, vou ficar aguardando a próxoma resenha e vou dar uma olhadinha na do primeiro livro.

    Beijos e Sucesso

    ResponderExcluir
  17. Oi.
    Você me deixou com vontade de ler essa série.
    Adorei a inclusão da casa de minerva nesse enredo, simplesmente genial e bem diferente do que normalmente aparece nos romances históricos. Eu também ia querer saber mais detalhes sobre ela, provavelmente.
    E gostei muito de o mocinho não ser um libertino também, afinal os mocinho também tem que ser decentes, né?
    Pretendo ler em breve,
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Oi, bacana ver que você gostou desse livro. Adoro obras que trazem esses personagens diferenciados e com uma maturidade a mais. Acho que eu também sentiria falta dessa exploração da casa e das mulheres, pois eu adorei essa ideia, não havia visto isso em um livro antes. Tomara que você goste do próximo.

    ResponderExcluir
  19. Sempre associo o nome dos livros desta série, com livros de auto ajuda... rs
    Ainda não li nada desta autora, mas até agora, só li elogios para com seus livros e eu quero muito poder conferir cada uma destas histórias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Fiquei super curiosa para conhecer melhor a Isabel, sua descrição sobre ela é bem diferente das outras damas descritas em romances do tipo é foi o que mais me chamou a atenção. Espero ler em prevê.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  21. Oi Tamires,
    Sempre que vejo que é resenha dos livros dessa autora, começo a sentir uma ansiedade, pois sei que é amorzíneo que vem por aí.
    Esse livro tem uma ideia muito interessante e, pra mim, tem tudo para dar certo. Isabel parece ser uma personagem fascinante e intrigante e gosto disso. É uma pena que a questão da Casa de Minerva não tenha sido bem explorado.
    Vou super anotar a dica e espero que o terceiro livro te agrade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oiiiii, Tamiiiiii. Depois de tanto tempo é até desnecessário falar que eu não curto romances de época né? hahahah Não tem jeito, não é pra mim :3
    Mas fico feliz que você tenha gostado do livro. É sempre bom quando um livro nos encanta tanto. E olha, vou te contar que esse pelo menos tem uma coisa que me atrai bastante, que é o fato da mocinha estar lutando para ajudar outras mulheres. Meu orgulho bate lindamente aqui :) Pena que a história das outras mulheres não foi tão abordado, mas é como você disse, não é mesmo? Não era esse o foco.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, Tamires!
    Eu adoro essa série! Já li esse livro e gostei bastante da história, a Sarah sempre cria as melhores personagens femininas, gosto da forma como ela desenvolve as personalidades dos personagens, acho que ela é uma das melhores autores de romances de época. Estou louca para ler o terceiro livro da série, promete ser o melhor!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  24. Oi, Tamires! Tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum livro da Sarah MacLean, mas a cada resenha que leio fico mais curiosa para conhecer o trabalho da autora.
    Adorei a premissa desse romance e acho que irei me apaixonar pelo Nicolas também haha. Além disso, gostei de saber que o livro tem partes mais sensuais, mas que a autora soube escrevê-las com doçura, porque tem alguns romances que chegam ficam tão apelativos que acabam tornando a leitura cansativa.
    Adorei sua resenha e a dica já está anotada. Espero ler o livro anterior em breve, para conhecer a escrita da autora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Oi! Ah, os livros da Sarah... Tô pra ficar louca de vontade de ler todos já! Vejo tantas meninas falarem bem dele que sinto como se já os amasse sem nunca ter nem lido, haha.
    Já estão na minha lista de desejados! Excelente resenha e eu SEMPRE me apaixono pelas tuas fotos. São maravilhosas!

    ResponderExcluir
  26. Olá!

    Nossa, o coração está aqui quentinho e cheio de vontade de conhecer essa história e esses protagonistas que parecem incríveis. Eu também fico meio Blair nesse gif quando leio romances de época e estou doida para ler essa trilogia. Já tenho os dois primeiros volumes aqui em casa, só me falta tempo mesmo pra ler. Amo essas capas, preciso dizer. Enfim, parabéns pela resenha!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  27. Não é um tipo de leitura que gosto e costumo fazer, mas a história me parece ter sido bem construída e o casal realmente tem Química para deixar tudo ainda melhor. Não conheço a série Ainda, mas pena que a história nao foi assim tao bem explorada como você desejaria que fosse , mesmo assim daria chance ao primeiro da série e depois parto pra esse.

    ResponderExcluir
  28. Olá,

    Desde antes dos livros dessa série serem lançados por aqui, eu desejava fazer essa leitura, mas, como sempre eles chegaram e eu não tive tempo ou oportunidade de lê-los, o que é uma pena, pois ouvi comentários maravilhosos sobre. Felizmente, já adquiri o primeiro livro da trilogia e quero ler logo, logo. Adoro a escrita da Sarah e espero que ela me encante com esse livro também.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Eu gosto bastante de romances de época, mas essa série não me chama a atenção. Sempre que leio uma resenha sobre os livros, fico com uma impressão de superficialidade. No caso deste segundo volume, isso já começa pelo nome do livro. De qualquer forma, gostei de saber a sua opinião, e gostei muito da sua resenha.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  30. Oi.

    Esses romances de época da Arqueiro um dia me deixarão sem dinheiro. É muito livro que quero ler, que estou ficando louca. Quero muito ler esta série, ainda não consegui comprar, são muitos livros deles que quero, que fica difícil escolher por onde começar.

    ResponderExcluir
  31. Olá Tamiris...
    Eu sou apaixonada por romances de época... mas ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da Sarah. Esse livro aparentemente parece ser bem mais do que um simples romance de época, né?
    Possui uma história mais profunta e tensa...
    Quero muito ler essa série...

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir