5 de julho de 2017

Resumindo e Quoteando - Maio e Junho

Oi, gente, tudo bem? Mês passado eu acabei esquecendo de trazer o Resumindo e Quoteando, eu sou mestre em esquecer as colunas do blog, como pode isso? 😂 Então hoje eu vou mostrar quais foram as minhas leituras nesses dois últimos meses. E sobre esquecer colunas, o Book Haul de junho não foi esquecido, optei por não postá-lo porque novamente só estou recebendo os livros agora - obrigada, Correios - então no fim deste mês eu posto um BH duplo, ok? 😉 Agora vamos ao que interessa!



Em Águas Sombrias era um livro muito aguardado por mim, pois A Garota no Trem foi umas das minhas melhores leituras de 2015. Assim que recebi esse livro da editora cheguei a dar um gritinho, já que ele chegou em uma ação de marketing, então foi surpresa mesmo. Minhas expectativas estavam lá na estratosfera e felizmente, por mais que o livro não tenha sido nada do que eu estava esperando, eu curti muito a leitura. Há quem tenha odiado, mas eu sempre defenderei a genialidade desta história.

Nunca abriam a janela e se debruçavam para fora, nunca olhavam para a roda lá embaixo, apodrecendo, nunca viam nada além da luz do sol brincando na superfície da água, nunca enxergavam o que a água era de fato, algo preto-esverdeado e cheio de coisas vivas e mortas.

Nickie vivia dizendo que havia homens naquela cidade que a condenariam ao colocarem os olhos em você, sempre foi assim. Mas as pessoas faziam vista grossa, não faziam? Ninguém gostava de pensar que a água daquele rio era infectada com o sangue e a bile de mulheres perseguidas, de mulheres infelizes; eles a bebiam todos os dias.

Há quem diga que essas mulheres deixaram algo de si na água, outros, que a água retém parte do poder de cada uma, pois desde então tem atraído para suas margens as desventuradas, as desesperadas, as infelizes, as perdida. Elas vêm aqui para nadas com suas irmãs.

Posso não ter amado você, mas não tolero a ideia de vê-la abandonada dessa forma, descartada. Quero saber se alguém lhe fez mal e por quê; quero que paguem por isso. Quero esclarecer tudo para que talvez você possa parar de cochichar no meu ouvido que não se jogou, não se jogou, não se jogou. Eu acredito em você, está bem?

Sua visão embaçou e ela tentou pensar em alguma coisa que impedisse as lágrimas de brotarem, tentou encontrar alguma imagem na qual focar a mente, então pensou no corpo de Nel, todo quebrado dentro d'água, e tirou todo o consolo que pôde daí.

Classificação:
Resenha → AQUI


Em seguida li Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar e foi paixão à primeira lida. A história é encantadora e Sarah tornou-se uma autora queridinha, já comprei até outra série dela porque li os livros da série Os Números Amor um atrás do outro. Os personagens são maravilhosos e o desenvolvimento é ótimo, não dava vontade de largar o livro!

— Calpúrnia. — Ele testou o nome na língua. — Como a esposa de César?
O rubor aumentou enquanto ela assentia.
Ele sorriu.
— Devo me assegurar de conhecer melhor os seus pais. Trata-se de um nome, no mínimo, ousado.
— É um nome horrível. 
Bobagem. Calpúrnia foi imperatriz de Roma, era forte, linda e mais inteligente do que os homens à sua volta. Viu o futuro e se manteve firme frente ao assassinato do marido. É um nome maravilhoso — afirmou, ainda segurando firmemente o queixo dela.

Gabriel fitou Nick nos olhos, o ar sombrio diante das lembranças que partilhava com o irmão. Os gêmeos haviam sobrevivido à deserção da mãe, à entrega do pai ao desespero. A infância deles não fora agradável, mas Nick estava certo - tinham tido um ao outro. E isso fizera a diferença.

E então, fosse por coragem, covardia ou xerez de mais - jamais saberia -, decidiu responder. Afinal de contas, a noite não podia piorar.
Em um sussurro anunciou:
— Vim pedir que me beijasse.

— Beijos não devem deixá-la satisfeita.
E retornou aos lábios de Callie, tomando sua boca novamente, roubando-a de todos os pensamentos com uma carícia profunda e inebriante. Só que queria era ficar mais próxima dele, ser abraçada com mais firmeza. E, como se pudesse ouvir seus pensamentos, ele a puxou mais para perto, aprofundando o beijo. O calor a consumia. Aqueles lábios macios e provocantes pareciam conhecer todos os seus segredos.
Quando ele se afastou, Callie havia perdido todas as forças. As próximas palavras do marquês alcançaram-na em meio a uma bruma sensual.
— Eles devem deixá-la querendo mais.

Classificação:
Resenha → AQUI


Como eu disse, li um livro da Sarah atrás do outro! Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter também deixou meu coração quentinho. Não favoritei como o primeiro, mas isso não quer dizer que eu não tenha amado a história de Nick e Isabel; e neste livro temos uma coisa maravilhosa e edificante: sororidade!

— Devo lembrá-la das criaturas horrendas que a Casa de Minerva nos mostrou? Os maridos com punhos inchados de tato bater? Os irmãos e tios perversos? Homens tão beberrões que não arrumavam tempo para pôr comida na mesa para os filhos? E não vamos nos esquecer do meu próprio pai, disposto a nos vender por quantias suficientes para mais uma noite de farra, incapaz de sustentar sua propriedade, sem ver nenhum problema em deixá-la totalmente falida para seu herdeiro ainda criança. 

— Você não pode descer com a aparência que está.
Ela descartou as palavras dele com um gesto.
— Eles todos já me viram vestida de homem. Não vai haver problema.
— Não estou me referindo às suas roupas, Isabel.
Ela se virou ao ouvir isso, fitando os olhos azuis cintilantes que pareciam ver tanto. Ver tudo.
— O que é, então?
— A sua aparencia como um todo.
Ela levou uma das mãos aos cabelos em um gesto nervoso.
— Como assim? Como estou?
— Como alguém que foi intensamente beijada.

Nick a ergueu nos braços de novo, surpreendendo-a com o movimento conforme ele se levantava, então a colocou na poltrona como se ela não pesasse nada. Inclinou-se por cima dela, apoiando-se nos braços da poltrona, e roubou seus lábios mais uma vez, até Isabel ficar incapaz de se mover.

Ela odiava se sentir sozinha.
E estava sozinha havia tanto tempo...
Fechou os olhos, sem querer mostrar a ele sua tristeza.
Sua fraqueza.
Ainda assim, quando Nick falou de novo, ela não conseguiu não olhar nos seus olhos firmes.
— Nunca conheci alguém como você. Nunca conheci nenhum homem, ou mulher com tanta força. Tanta coragem. Você não está sozinha. Nunca vai estar sozinha.
Isabel não soube quem se moveu primeiro - qual dos dois diminuiu a distância entre eles. Só o que sabia era que, quando ele a beijava, ela não se sentia nem um pouco sozinha.
Entregou-se ao sentimento.

Classificação:
Resenha → AQUI


O Ceifador foi uma surpresa maravilhosa, pois por mais que eu estivesse curiosa não estava esperando muito desta história, já que minha experiência anterior com o autor tinha sido desastrosa. Só que Neal dessa vez me conquistou com uma história inteligente e ousada, cheia de analogias e reflexões... e qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência.

Antigamente as pessoas morriam de causas naturais. A velhice era uma doença terminal, não um estado temporário. Havia assassinos invisíveis chamados "doenças" que destruíam o corpo. O avanço da idade não podia ser revertido e existiam acidentes dos quais não havia recuperação. Aviões caíam. Carros colidiam. Havia dor, sofrimento, desespero. É difícil para a maioria de nós imaginar um mundo tão inseguro, com perigos invisíveis e inesperados à espreita em todos os lugares.

Algumas pessoas se restauravam até parecer com vinte e um, que era o máximo que a terapia genética conseguia fazer rejuvenescer. Havia boatos de que estavam tentando descobrir formas de restaurar uma pessoa até a adolescência, o que Rowan achava vergonhoso. Por que alguém em sã consciência poderia querer ser adolescente mais de uma vez?

2042 é o ano em que vencemos a morte e também quando paramos de contar. Claro, ainda numeramos os anos por mais algumas décadas, mas, assim que a imortalidade foi alcançada, a passagem do tempo perdeu a importância. 

Seus pais choravam quando ela saiu. Citra não sabia se eram lágrimas de tristeza, alegria ou alívio. Talvez uma mistura dos três.
"Temos certeza de que você vai fazer coisas grandiosas neste mundo", o pai lhe dissera. Mas ela não entendia o que havia de grandioso em ser portadora da morte.

A mulher que coletei hoje me fez uma pergunta estranhíssima.
— Para onde vou agora? — ela perguntou.
— Bom, suas lembranças e seu registro de vida já estão armazenados na Nimbo-Cúmulo, então nada será perdido — expliquei com calma. — Seu corpo será devolvido à terra da forma determinada por seu parente mais próximo.
— Sim, eu sei de tudo isso — ela disse. — Mas e quanto a mim?
A pergunta me deixou perplexa.
— Como eu disse, sua memória vai existir na Nimbo-Cúmulo. Seus entes queridos vão poder conversar com ela, e sua memória vai responder.
— Sim — ela disse, ficando um pouco agitada. — Mas e quanto a mim?
Então a coletei. Só depois que ela se foi, respondi:
— Não sei.

Classificação:
Resenha → AQUI


Em seguida li A Rainha de Tearling, que foi uma leitura um pouco morosa. Tive alguns problemas com a lentidão da narrativa, mas a história que Erika criou é muito bem pensada, principalmente no desenvolvimento das lutas políticas.

Carlin dizia que história era tudo, pois era da natureza do homem repetir os mesmo erros. Ela dizia isso encarando Kelsea com uma expressão severa, as sobrancelhas brancas franzidas, pronta para dar um sermão. 

— Não entendo como esperam que eu tome decisões sensatas sem saber de tudo o que aconteceu?
— De que adianta se prender ao passado, Lady? Pode fazer seu próprio futuro.

Kelsea sentiu uma pontada aguda no peito e pressionou o punho fechado entre os seios. Espiando sob a blusa, viu que a safira estava brilhando, um clarão intenso. Ela agarrou a joia pelo tecido e descobriu que a pedra estava quente, um calor escaldante que queimou sua mão através do pano. A safira continuou a abrasar em seus dedos, mas a dor não foi nada comparada à sensação ardente dentro de si, que continuou ficando mais forte a cada segundo que passava, até começar a mudar, se transformando em algo diferente. Não dor... alguma outra coisa. Ela não pensou no que seria a sensação, pois agora estava além de qualquer pensamento racional e apenas fitou a cena a sua frente em silêncio.

— Você tem grande potencial. Tanto Carroll quanto eu percebemos isso. Não tenho nada a perder e prefiro morrer tentando erradicar um grande mal, pois sinto que é esse o propósito de Vossa Majestade.

Classificação:
Resenha → AQUI


Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir veio para fechar a trilogia com uma das melhores personagens: Juliana. Me irritei um pouco muito com o Simon, mas o todo foi muito bom e agora, depois de ter lido essa série, quero ler tudo o que Sarah MacLean escrever. Minha próxima aventura será a série O Clube dos Canalhas.

— Ele me chamou de passa! — anunciou ela em sua defesa. Houve uma pausa. — Esperem. Isso não está certo.
— De devassa?
— Sim! É isso! — Ela percebeu os punhos de seu irmão e olhou para Simon. — Vejo que não é um elogio.

Fora um jogo no começo - a carta, o convite descarado -, mas depois que ela caíra no lago e ele a salvara, qualquer brincadeira havia desaparecido junto com sua touca, perdida no fundo do Serpentine.
E quando ele a tomou em seus braços quentes e fortes e sussurrou palavras em italiano para ela... isso foi mais forte do que qualquer coisa que ela já tinha sentido antes.

— Nunca pensei que diria isso, mas o amor não é tão ruim quanto achei que seria. Se acontecer para você, espero que não o rejeite de cara.
Ela balançou a cabeça.
— Espero que não aconteça para mim.
Um sorriso surgiu em seu rosto.
— Já ouvi isso antes, sabe? Eu disse... Nick disse... Mas, considere-se avisada: os St. John não parecem capazes de evitá-lo.
Mas eu não sou uma St. John. Não realmente.
Ela não pronunciou as palavras.
Ela gostava da ilusão.

Então, ela abriu a porta e deslizou para o corredor, sentindo-se absolutamente derrotada.
Sentindo-se uma grande perdedora.
Ela havia, afinal de contas, quebrado a mais importante de suas regras.
Ela quis mais do que podia ter.
Ela o quis, e mais do que isso... ela quis que ele a quisesse.

Classificação:
Resenha → AQUI


Esse foi um livro que me deixou bem desconfortável. Paul faz um jogo psicológico com o leitor e esse jogo nos deixa muito na dúvida sobre o que está acontecendo. Na Escuridão da Mente é outra história que não foi nada do que eu estava esperando tratando-se de um enredo sobre uma provável possessão demoníaca... mas é interessante e vale a pena ler!

— Marjorie estava surtando e eu chorava, gritando a plenos pulmões bem ali, no banco do motorista, e ela ria de mim, rosnando, emitindo ruídos animalescos, me dizendo que eu queria fazer todo tipo de coisas sexuais com ela, Sarah. Minha menininha falando aquilo para mim. Ela já disse isso a você? Hein? E a igreja estava no caminho, bem ali, então eu apenas parei.
— Não posso acreditar nisso.
— Eu apenas parei, estacionei em frente à igreja e pareceu funcionar, Sarah. Ela se acalmou na hora. ...

Marjorie atirou a cabeça para frente e mordeu com força o punho carnudo e peludo do padre Gavin. Ele soltou um grito tão alto que fez meus joelhos vacilarem. Tentou se livrar levantando o braço sobre a cabeça, mas só conseguiu erguê-lo por metade do caminho. Marjorie ainda o abocanhava. As largas mangas de sua túnica deslizaram até passar do cotovelo. Sangue escorria pela lateral da boca de Marjorie e descia pelo braço do padre.

Papai puxou minha irmã para trás e sua boca cheia de carne ainda estava presa ao braço do padre Gavin por uma tira fina de pele que se esticava como bala puxa-puxa. Padre Wanderly empurrou o jovem para longe da cama e aquele fiapo de espaguete rasgou por toda a extensão de seu braço até o cotovelo.

Classificação:
Resenha → AQUI


O Estranho Contato foi uma leitura com seus prós e contras. Gostei de uma parte e não gostei de outra. Agora já sei que a autora está escrevendo uma continuação e acredito que me darei melhor com o segundo livro, pois creio que a parte sobrenatural, a que mais gostei neste volume, terá maior destaque!

Talvez sonhos sejam só sonhos, fantasias sem sentido... ou uma confusão do inconsciente, cheia de símbolos e ilusão.

Tenho a impressão de ter vivido pelo menos uns dez anos hoje. São surpresas demais, vindas de todos os lados. Só que a maior surpresa de todas, o que de alguma forma é um pouco difícil de admitir, é saber que acredito em tudo o que está acontecendo, por mais anormal que possa ser.

Sempre sonhei que um dia eu teria uma razão que me fizesse viver ou morrer. Talvez não fosse um sonho, talvez eu tivesse vivido meus dias esperando por este momento. De algum jeito eu sabia que o mundo não era só a sequencia lógica que eu conhecia. Essa viagem é o início de uma nova vida para mim. Eu sei.

Não sou o tipo de pessoa que precisa viver com o conhecido e o aceitável. Também não sou o tipo de pessoa que procura a segurança ao invés de uma vida incrível, mesmo que perigosa e ameaçadora.
Enfim, fui revelada...

Classificação:
Resenha → AQUI


A Melodia Feroz acerta nas analogias e na criatividade, mas pra mim ficou faltando emoção, achei tudo muito linear, mas de forma alguma foi uma leitura ruim... eu apenas estava esperando algo mais. Agora é só esperar a sequência! \õ/

Bom e mau eram palavras frágeis. Os monstros não ligavam para intenções ou ideais.Os fatos eram simples. O Sul era o caos. O Norte, a ordem. Era uma ordem comprada e paga com sangue e medo, mas ainda assim ordem.

Os corsais se alimentavam de carne e osso; os malchais, de sangue, não importava de quem; mas os sunais só conseguiam se alimentar de pecadores. Era isso que os diferenciava. Seu segredo mais bem guardado. A fonte da presunção de Leo e o motivo de se exigir que todos os membros da FTF estivessem limpos de sombras.

Suspirou fundo, ajeitou o violino sob o queixo, o arco nas cordas e... hesitou. Ele nunca havia feito aquilo antes. Tinham sido muitos os dias em que quisera pegar o violino e simplesmente tocar. Mas nunca pudera. A música de um sunai não era tocada sem um motivo. Era uma arma que paralisava todos que a ouviam.

— Dói — ele sussurrou.
— O quê?
— Ser. Não ser. Me entregar. Me conter. Não importa o que eu faça, tudo dói.
Kate inclinou a cabeça para trás, apoiando-se na banheira.
— O nome disse é vida, August ela disse. — Você queria se sentir vivo, certo? Não importa se é monstro ou humano. Viver dói.

Classificação:
Resenha → AQUI


Outro amorzinho da vida! <3 Quando a Bela Domou a Fera começou de uma maneira bem despretensiosa, mas Eloisa construiu sua história de uma maneira deliciosa, sendo Piers seu maior acerto! A história do livro é extremamente bem-humorada e quero ler mais coisas da Eloisa para ontem!

Linnet contou até cinco e respondeu secamente:
— Este é o único colo que tenho, Sra. Hutchins, e os vestidos de todas as moças têm esse mesmo desenho. Não há nada de especial no meu decote.
— Faz você parecer uma pequena fragata — analisou a dama de companhia.
— Uma o quê?
— Uma pequena fragata! Uma mulher fácil!
— Fragata não é um barco?
— Exatamente, do tipo que atraca em muitos portos.

— Você só pode estar brincando — disse Piers para Prufrock. — Mandei para meu pai uma lista de requerimentos em uma esposa de uma página inteira.
— Foi uma leitura fascinante — garantiu Prufrock. — Gostei, especialmente, da parte em que o senhor admite sua incapacidade na cama. E a mancha de lágrimas bem ali no papel...
— Não era lágrima — disse Piers, irritado. — Era conhaque, seu tolo.

— Hora de ir — disse ele bruscamente. — Tenho uma ala de pacientes esperando por mim, alguns deles provavelmente já são cadáveres a essa altura. Não posso deixar os cadáveres esperando. Não é educado.

Classificação:
A resenha ainda não foi postada! 😉


E o que falar sobre o último volume da série Amores Improváveis? A Conquista fechou a série com chave de ouro! Elle encerrou sua obra de uma maneira apaixonante e tornou-se uma das minhas autoras favoritas! <3 A resenha será publicada ainda essa semana! \õ/

"Nunca quis virar profissional", acrescento. "Acho que é uma daquelas coisas que você tem que querer muito para correr atrás"
E então ela me oferece a abertura. "E o que você quer hoje em dia?"
"Você", respondo, sem rodeios.

Sou vulgar. Vivo com gente vulgar. Pertenço a lugares vulgares.
A questão é: será que serei capaz de me livrar do fedor do passado para me encaixar em Harvard? Achei que fosse.
Mas hoje, honestamente, não sei.

Eu: Vou levar minha amiga Carin e vc precisa levar o cara + gostoso q conhece.
Ele: Eu sou o cara + gostoso q conheço. Vou procurar o segundo + gostoso da faculdade. Ela tem alguma preferência?
Eu: Alguém q saiba usar a língua.
Ele: Mais uma vez, esse sou eu. Não sei como vou descobrir o quão bom os outros caras são c/ o equipamento deles. Não é uma coisa q a gente discuta mt.

Classificação:
A resenha ainda não foi postada! 😉


E por último a leitura que finalizei no dia 30 de junho! Quando a Noite Cai, novo livro da Carina Rissi, possui uma história bem elaborada e criativa. Só senti que ela foi um tanto repetitiva neste livro... na resenha abordarei isso melhor.

— Por quê? Por quê, Briana? — Ele esfregou a boca com raiva enquanto eu me abaixava para pegar minhas coisas do chão. — Por que você sempre faz tudo errado? Em menos de uma semana aqui você já derrubou comida em nove clientes. Nove!

— Costuma ser atropelada com frequência?
— Atropelada, empurrada, amassada, molhada — gemi. — Não necessariamente nessa ordem.
— É mesmo? — Ele tentou engolir o riso, mas foi incapaz. Tentou disfarçar com uma tossidela.
Dei de ombros.
— Já estou meio acostumada. Mas hoje, com certeza, eu extrapolei todos os limites da turbulência.

Por anos, vivendo em um castelo, cercada de todas as regalias e comodidades que acompanham o título que eu carrego, me senti vazia e oca. Agora, quando tudo o que eu possuo é o vestido que cobre meu corpo, me sinto afortunada e abençoada, porque encontrei Lorcan. Porque encontrei o amor.

Classificação:
A resenha ainda não foi postada! 😉

••••••

Ufa, cansei de escrever! 😂 Agora é a hora em que vocês me contam quais desses já leram ou, se não leram nenhum, quais querem ler, ok? 😘

47 comentários

  1. Oi, Tamires, quantos livros!
    Eu ainda estou lutando com a ressaca, então li metade disso, o que me deixa super frustrada. Preciso terminar as duas séries, da Sarah e da Elle, e espero que seja esse mês de Julho. Ainda quero ler O Ceifador, o livro da Carina e algo da Paula Hawkins, já que ela divide bastante a opinião das pessoas sobre suas obras.
    Espero que você leia muito mais este mês.
    Beijo!
    https://leitoraencantada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que sua ressaca literária ainda não passou, Mi! =/

      Excluir
  2. Oi Tami, sua linda, tudo bem?
    Nove regras a ignorar antes de se apaixonar eu também li e adorei, sou fã da autora, eu ainda não cosegui ler onze leis a cumprir na hora de seduzir, só falta ele, e realmente como você já li algumas resenhas dizendo que o livro não foi o que todos estavam esperando, mas ainda assim quero ler. Estou louca para ler ceifador, achei o enredo incrível. Que pena que não gostou tanto da rainha de Tearling e Melodia feroz, é a primeira que vejo fazendo alguma ressalva. Estou louca também para ler a série amores improváveis e não tem como não gostar de um livro da Carina. Nossa, adorei as leituras que você fez e essa ideia misturando quotes, dando sua opinião resumida e a classificação ficou perfeita, é o primeiro balanço de leituras que vejo dessa forma. Traga mais assim.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Simon irritou muita gente, Cila! hahahaha

      Excluir
  3. Ola
    Já li Em águas sombrias e O ceifador e adorei ambos. Estou muito ansiosa para conferir o livro da Carina, estou cheia de expectativas na verdade. Quando a Bela domou a fera e A melodia feroz estão na minha lista de desejados, especialmente porque só leio bons comentáiros a respeito deles.
    Boas leituras!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou torcer para que faça boas leituras, Fê.

      Excluir
  4. Oi Tamires, como vai?
    Eu sou suspeita para falar da Sarah, porque sou fã e amo o que ela escreve. Eu já a Série Os Números do Amor umas três vezes e a cada vez fica melhor!
    Eu estou querendo muito terminar a série Amores Improváveis, acho que é esse o nome. Falta comprar o último e só li os dois primeiros mas adorei. Também amei Quando a Bela domou a Ferra e estou ansiosa pelos próximos da trilogia. Minha filha é fã da Carina Rissi, mas eu ainda não li nada dela. Preciso fazer isso logo. Ainda não tenho esse livro novo, mas espero comprar em breve.Os outros ainda não li, mas tenho curiosidade em dois. Você leu bastante. Espero que consiga ler ainda mais este mês.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa ler algo da Carina Rissi mesmo, Lia!!!

      Excluir
  5. Bom dia!
    Quero muito ler a maioria dos livros aqui citados, principalmente O Ceifador e A Melodia Feroz, pois adoro fantasias YA e Em Águas Sombrias, já que amo thrillers. Amei suas leituras, todas são de ótimas livros.
    Abraços.

    Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Olá Tamires! Tudo bem?
    Ahhh quantos livros que estou louca para leeer!!! Quero: Em águas sombrias, a rainha de tearling, melodia feroz, o ceifador, na escuridão da mente.... como faz?? hahahaha
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É pra ficar louca com tanto livro, né? hahahah

      Excluir
  7. Oi, Tami!
    Sabia que você ia amar A Conquista. Tucker é um bolinho de gente <3 Louca pra ver sua resenha.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Oie Tami =)

    Dos livros que você leu em maio e junho li, A Melodia Feroz e O Ceifador ambos que estão entre as minhas melhores leituras do ano, e A Conquista que ainda está me dando aquela dorzinha no coração.

    Me sinto uma verdadeira ET por que não gostei dos dois primeiros livros da série Números do Amor, motivo pelo qual estou totalmente sem animo para ler o terceiro rs...

    Adorei os quotes!

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Ane, que pena que você não gostou! =/

      Excluir
  9. Quando a leitura agrega e o coração não deixa o livro ir embora, é bem normal que o mesmo livro tenha muitos trechos bacanas que de alguma maneira nos tocaram. Adorei os que você separou para compartilhar conosco, e achei o post bem original!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oiii, Tami!

    Bastantes livros!! Ah, quem me dera conseguir ler assim hahaha Fico tão apertada com faculdade e concursos... Enfim, estou, em média, conseguindo ler dois por mês. Adorei suas leituras! Estou ansiosa para ler A Melodia Feroz!! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São leituras de dois meses, então acho que não é tannnnnto assim! rss

      Excluir
  11. Olá, Tamires.
    Nossa quanta coisa boa você eu. Eu sou dessas também. Tem coluna no blog que só publiquei umas duas vezes e nunca mais hehe. Os romances de época eu amei todos. A Rainha de Tearling eu gostei mais do que você. Quero muito ler O Ceifador e Melodia Feroz. Os quotes me deixaram ainda mais curiosa com eles.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha a gente fazendo a doida e esquecendo as colunas, Sil! hahahaha

      Excluir
  12. Tamiiiiiiii, saudades :) Eu sumo, eu apareço, eu sumo e volto a aparecer hahahah Mas coisas da vida né? pretendo não sumir mais, mas já sei que não sou boa com promessas, então... kkkkkk
    E menina, quantas leituras :) Meu ritmo de leitura continua muitooo lento. Se esse ano eu fechar com 10 leituras, estarei no lucro. Pra você ter ideia de como a coisa está crítica hahahha
    Dos livros lidos por você, quero muito ler O Ceifador. Parece ser o meu tipo de leitura :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conhecendo você acho sim que O Ceifador é seu tipo de leitura, Gih!! E você faz muita falta na blogosfera! <3

      Excluir
  13. Olá!
    Tenho ouvido falar bastante de O Ceifador recentemente, mas ainda não tinha certeza se era o tipo de leitura que eu me aventuraria, graças aos seus trechos eu acabei confirmando que sim! :D
    E ah! A Rainha de Tearling, eu li uma resenha dele mês passado e fiquei com um pé atrás por causa da lentidão da narrativa, mas ao mesmo tempo bem empolgada e interessada por conta da história <3
    Porém! Nessa lista aqui toda eu realmente me cativei com A Melodia Feroz! Não sei bem explicar se foi a capa, se foram os trechos, se foi o título e o subtítulo, se foi a ideia toda por trás dela, mas foi aquele tipo de amor à primeira vista, que já vou colocar ele com a estrelinha na minha lista para próximas leituras!!
    Adorei todas as dicas e trechos! Beijos,
    As Meninas Que Leem Livros~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ler quotes sempre ajuda a gente a ter uma noção do livro, né? Que bom que as quotes de O Ceifador fizeram você ter vontade de ler o livro, essa é a intenção da coluna! :)

      Excluir
  14. Oi Tamiris,
    antes de tudo quero parabenizá-la pela coluna que é magnífica, além de singular e super original, em vários anos de blogosfera nunca vi nenhuma assim, amei de verdade. A série os números do amor, é bem popular e eu ainda não li nenhuma crítica negativa, muito pelo contrário todo mundo que lê se apaixona quase que instantaneamente. Estou louca para ler quando a noite cai, mas meu livro não chega nunca. Pensei que eu era a única que estava tendo problemas com os correios, já estamos quase na metade do mês e eu só recebi dois livros que tinha comprado uns vinte dias antes, tenho tanto livro pra receber que tenho até medo de como vou me organizar pra dar tempo de ler tudo hahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo elogio, Delmara! ♥
      Os Correios estão me tirando do sério, menina...

      Excluir
  15. Oi oi querida!
    EU AMEI ESSE POST (gritinho de emoção).
    Quando li o primeiro livro que vc citou, não me agradou muito porque eu me decepcionei um pouco com a autora. Mas quando li os três livros da série Os Números do Amor ♥ senhora, eu surtei. Amo Romance de Época porque comecei a ler Sarah Maclean. E lendo a sua breve opinião e os quotes me fez relembrar toda a minha leitura.
    Os outros livros citado no post, estão na minha lista de futuras leituras, mas não tenho muito vontade de ler. Quem sabe em breve?!

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que se decepcionou com a Paula, Alice. Eu adoro ela!

      Excluir
  16. Olá, tudo bem?
    ADOREI O POST ♥
    Me deixou bem curiosa com os quotes escolhidos, quanta leitura mulher!!!
    Cada livro mais lindo que o outro, estou bem curiosa para ler o livro da Carina, só leio comentários a obra.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga ler o quanto antes, Ray.

      Excluir
  17. Oie! Tudo bem?

    Amei o post você fez bastante leituras e algumas estão na minha lista de desejados que não vejo a hora de realizar a leitura deles! Principalmente de O Ceifador, Melodia Feroz, A Conquista entre outros!

    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu preciso ler os livros da Sarah McLean, sempre vejo boas críticas, e sem contar que são romances de época. Não sei, mas nunca imaginei que iria amar esse gênero assim, e ao ler esses quotes que você selecionou só aumentou ainda mais a minha curiosidade sobre as obras da autora. Quanto ao livro da Carina Rissi, não sei, até o momento não senti vontade de ler ela. Quem sabe algum dia!
    Abraços
    Dicas Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta dar uma chance algum dia, Tony. Você curte romance, então a Carina é um excelente opção! ;)

      Excluir
  19. Olá Tami,
    Quantas leituras, hein? Estou louca para ler a trilogia da Sarah MacLean. Também quero muito ler o livro novo da Carina Rissi e Quando a Bela domou a Fera. Estou louca para ler A conquista, mas com medo de terminar.
    Seus quotes são os melhores, mas os que mais me conquistaram foram de O Ceifador, que inclusive vou começar amanhã.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, Bru! Vou ficar na torcida para você gostar, pois eu amei!

      Excluir
  20. Oie, tudo bom?
    Adorei os quotes que você escolheu!
    Eu li A garota no trem e não curti, acredita? Achei beeeeem paradão, quase abandonei! Mas morro de vontade de ler esse Águas Sombrias e o Rainha de Terling, após esses pequenos textos já quero ler mais ainda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentira? Meniiiina, eu AMEI A Garota no Trem! hahahah

      Excluir
  21. Olá!

    Nossa, quanta coisa boa neste resumo. Eu também li O Ceifador e amei demais, demais essa história. Comecei a leitura despretensiosamente e fiquei apaixonada, mal posso esperar pela continuação. Estou muito ansiosa para ler Quando a noite cai, pois a Carina Rissi é minha queridinha e estou doida para essa série da Sarah! Parabéns pelas ótimas leituras.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  22. Oi, Tamires! Tudo bem?
    Nossa, quantas leituras incríveis!! Eu ultimamente não tenho lido quase nada, infelizmente.
    Não li nenhum dos livros citados, mas tem vários desses que estão na minha lista de desejados. Em particular, O Ceifador é um livro que tem conquistado e surpreendido muitas pessoas e adorei as quotes que você separou. Outros que quero muito ler são A Conquista e Quando a noite cai (que inclusive, acabei de comprar haha).
    Adorei o post e espero que julho renda ótimas leituras também!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oie!
    Meu deus, quantos livros bons!
    Eu terminei recentemente o livro O Ceifador, e adorei a história. Foi um livro que me deixou bem pensativa, e eu não conseguia parar de ler.
    E os romances de época são todos ótimos! Já li todos e são os meus favoritos.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  24. Oi
    quantos quotes bons. só pra atiçar mais minha curiosidade, já que quero ler todos, principalmente Quando a noite cai, Os da Sarah e Quando a bela domou a fera.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Eu te entendo completamente por esquecer algumas colunas, pois eu faço teeempo que não posto algumas no blog kkkkk Bom, achei bem bacana esse seu resumão com quotes. Dos livros que você citou, eu já li o "Nove regras..." e é o meu favorito da trilogia e estou esperando chegar o meu "Na escuridão da mente", pois fiquei bem curiosa com a premissa. Sobre "O estranho contato", eu li faz algum tempo e lembro que não curti muito também :/ Enfim, gostei bastante de saber sua opinião sobre algumas de suas leituras.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Eu gosto muito dessa sua coluna, que pena que você esqueceu de fazê-la no mês passado hahaha Nossa, fiquei decepcionada que A Rainha de Tearling tem essa narrativa mais lenta, principalmente nessa parte política, porque é um livro que estava bem ansiosa para conferir, que pena!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Amei esse post, já vou conferir alguns livros que tenho curiosidade e não vi sua resenha.
    Os quotes estão marasss
    Parabéns.

    Beijos
    Leitora Dramática

    ResponderExcluir