12 de outubro de 2017

Lendo com o JP | O Dia em Que Minha Vida Mudou Por Causa de Um Chocolate Comprado Nas Ilhas Maldivas - Keka Reis

Oi, gente. Tudo bem? Hoje é dia de Nossa Senhora Aparecida () e também Dia das Crianças, então quer dia melhor para pintar mais uma resenha do Joãozinho por aqui?

Livro cedido em parceria com a editora.

Autora: Keka Reis

Número de páginas: 184

Ano: 2017

Editora: Seguinte

Skoob: AQUI

Compre: Amazon
Sinopse: Parecia um dia comum. Bom, pelo menos um dia comum do sexto ano. Até que, no meio da aula de ciências, Mia recebeu um embrulho inesperado. Um chocolate Pura Magia. Aquele chocolate trazia as melhores lembranças de seu pai, e há anos ela não encontrava mais pra vender. Junto com o chocolate, um bilhete "Quer sentar do meu lado hoje na perua?", com a letra do Bereba. E agora? Eles não eram só amigos. Por que tudo estava ficando estranho de repente? O pessoal tinha começado a passar o dia inteiro no celular e a chamar o recreio de intervalo, os adultos só queriam ter conversas sérias, não dava mais para comprar roupa na seção infantil. Como sobreviver a tudo isso e ainda decidir como responder o bilhete.

Oi, pessoal. Aqui é o JP com mais uma resenha para vocês. Espero que gostem! 😃

O livro conta a história da Mia, uma menina que tinha acabado de entrar no sexto ano. O dia dela começou normalmente: ela tomou café, se arrumou e foi para a perua, o transporte escolar dela e de alguns amigos, entre eles a Jade, que era tão baixinha que até parecia uma ratinha, e as Júlias

Naquele tempo, meninos e meninas não se falavam, mas tudo iria mudar. Naquela manhã, Jade tinha zoado o Paulo, mais conhecido como Bereba, porque ele tinha umas manchinhas, foi aí que a Mia resolveu defender o Bereba a Jade ficou impressionada. Mia ganhou um novo amigo, um menino, em um tempo em que meninos e meninas não se falavam. Bereba era um menino muito legal e adorava conversar sobre aracnídeos. Mia e ele tinham uma coisa em comum: adoravam odiar uma série de lobisomem.

Até então aquele dia estava normal, mas tudo mudou na aula de ciências, quando Mia foi atingida por uma bola de papel que dizia: Quer sentar do meu lado na perua? E junto com o bilhete veio um chocolate Pura Magia. Ela saiu correndo para o banheiro e se trancou lá, lembrando de quando seu pai era vivo, pois o chocolate foi o último presente que seu pai tinha lhe dado. Mia ficou chorando por horas imaginando o motivo desse bilhete e do chocolate, já que a única pessoa que sabia dessa história além dela, de sua mãe e do seu avô, era o Bereba! Ela estava confusa e não sabia o que fazer.

Na aula de geografia, Mia resolveu responder o bilhete. Ela ficou em dúvida se iria responder sim ou não. Quando se decidiu, ela jogou o bilhete na esperança de atingir o Bereba, mas infelizmente Jade interceptou o bilhete e Mia não sabia o que ela seria capaz de fazer.

Depois do intervalo, na aula de matemática, o professor apareceu com uma prova surpresa. Na hora em que o professor entregou a prova deu um branco em Mia! Também, depois de um dia desses, quem não teria esquecido tudo? E ela ainda estava imaginando os vários jeitos com que Jade poderia fazer ela se dar mal. Ela entregou a prova em branco e saiu correndo pro banheiro de novo para chorar. E para piorar, mais tarde naquele dia, ela pegou a Júlia F abraçada com o Bereba!

O que será que aconteceu? Qual seria o motivo do abraço? Leia e descubra!

O João pediu para eu dizer que ele não tinha um chocolate Pura Magia, então ele usou um KitKat mesmo! hahahaaha
••••••

Esse livro é bem legal! No começo eu não tinha levado muita fé por causa do nome, quando minha tia me mostrou eu achei bem esquisito, mas engraçado também. Só que depois que comecei a ler gostei muito e foi bem divertido, porque em algumas partes eu meio que discutia com o livro, coisa que nunca tinha acontecido! 😂

A história é muito boa e todos os personagens são bem legais, principalmente a Jade. Uma das lições mais importantes que o livro ensina é que nem sempre ter um celular te ajuda e isso é a mais pura verdade. Hoje em dia muitas crianças e adolescentes têm um celular e passam muito tempo usando e às vezes usando errado. Eu tenho um, mas só posso usar um pouco por dia. Depois eu vou ver desenho, desenhar, ler e até mesmo cozinhar, que eu adoro.

O livro também mostra uma coisa muito legal que é a amizade entre meninos e meninas. Na escola é normal ter aqueles grupinhos só de meninos e meninas, mas ter uma amiga menina é muito bom também!

Eu acho que todas as crianças deveriam ler esse livro!




Meu nome é João Pedro, tenho doze anos e sou sobrinho da Tamires. Tenho dois irmãos, a Joyce e o Miguel. Gosto de ler e desenhar. Descobri o gosto pela leitura através do livro Diário de um Banana. Minha tia me convidou para escrever para vocês através do blog dela. Espero que curtam!

18 comentários

  1. Oi, Tami! Oi, JP!
    Eu acho um absurdo os pais ficarem dando celular para criança para poder se distrair... na moral.
    Gente, eu adorei o título da história e essa capa está bem fofinha.
    Maravilhosa sua resenha, JP!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bem com vocês?
    Ahh, eu acho errado isso de criança ter celular.. é só uma maneira de mostrar quem tem e quem não tem na escola, não gosto! acho que escola não é para isso. mas achei legal que o JP tem regras para usar o celular, acho válido assim ^^
    eu adorei essa resenha! ficava lembrando da minha época na escola que realmente tinha isso de menina e menina ficarem separados! hahah fiquei nostálgica! :)
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. ahhh JP vc é uma fofuraaa, adoro seu texto super sincero. Não conhecia o livro, achei o título inusitado tb, mas pela resenha acho que vou curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tami!
    Oi, JP!

    Achei bem engraçado quando vi esse livro com esse titulo grandão também.
    E sabe de uma coisa, João? Achoque todo adulto deveria ler também. Boa parte deles precisa "reviver" essa pureza das crianças. E vocês tem muito a nos ensinar.

    Eu quero e ainda vou ler esse livro.

    Xoxo, Di.
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, meninos! Eu amei a capa desse livro e a história. Imagem só a primeira interação de garotos com garotas na escola? É tão legal e ao mesmo tempo embaraçoso ver algo assim, porque infelizmente o mundo tá tão evoluído que as meninas tão mais pra frente do que os meninos hoje em dia. Enfim, eu super adoraria a história!
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Tamires e JP.
    Que título enorme hehe. A história parece ser bem fofa por isso vou indicar para minha amiga comprar para a filha dela. Gostei da dica. É triste ver que os pais acham que celular é baba e não vem o perigo que os filhos estão correndo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Tamires! Oi João!
    Ótima ideia, Tamires! A resenha foi perfeita para o dia e a leitura parece ser uma ótima dica para as crianças.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    Não deixe de participar da Promoção de Aniversário do blog, serão 23 prêmios para 12 vencedores.

    ResponderExcluir
  8. Não conheço mas parece um livro bem fofo, a capa é linda =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  9. Oi, Tami e JP! Tudo bem? Quero Kit Kat! Eu fico muito feliz por a Seguinte vir apostando em livros com essa pegada. Sim, sou o doido que ama histórias infantis u.u

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, JP, tudo bem?
    O livro parece fofo e engraçadinho!
    Parece uma leitura infanto-juvenil bem bacana pro público-alvo. =)
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Oi JP,
    Você gosta de cozinhar? Te falar que eu sou uma negação na cozinha, bem sad.
    Gostei da sua opinião, eu não tinha lido nada sobre esse livro ainda. Eu to perto dos 30 e não sou muito apegada a celular, aliás nunca fui. Ainda bem! HAHA

    Quero esse chocolate aí =x

    tenha uma ótima semana
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  12. Oi
    que nome grande, mas parece ser uma boa leitura com lições para crianças, pelo que entendi a personagem já as ver as mudanças como vai ficando mais velha. Eu vejo crianças hoje em dia no celular e fico pé da vida, tive meu primeiro celular só com 15 anos, lembro que ano passado passei em frente de uma casa tinha quatro crianças sentadas no chão cada um em um celular em vez de conversar com os amigos, fiquei revoltado, o que você faz é o certo ficar só um pouquinho.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Que bacana a sua resenha, JP! Fiquei curiosa em saber se foi o Bereba mesmo que mandou o bilhete pra Jade e porquê. E o que você falou é verdade! As pessoas viraram muito dependente do celular e esquecem de viver de verdade a vida.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Tamires e JP,
    Não conhecia o livro, mas achei a proposta interessante, por falar sobre amizade e também por ser uma ótima dica para as crianças. Ótima resenha!!

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie JP e Tami =)

    Olha eu também não tinha levado muita fé nesse livro, mas depois da sua resenha eu fiquei bem curiosa em conhecer a história.

    Beijos ;***

    Ane Reis | My Dear Library 

    ResponderExcluir
  16. Oi, Tamires e JP
    Adorei a resenha! Achei um luxo ler as impressões de alguém como o JP, que é só um pouquinho mais velho que a Mia. Muito legal ele falar do celular, da amizade de meninos e meninas e contar as coisas que acontecem com a personagem.
    Beijos carinhosos,
    Keka

    ResponderExcluir
  17. Outra coisa que me deixou feliz é que é a opinião de um menino. Estava morrendo de medo do livro ser encarado como "leitura de menina". Sei que estamos em 2017, mas tem tanta coisa andando para trás, né? Assim como o JP, alguns meninos já leram e gostaram. Mas é sempre muito bom saber!!!

    ResponderExcluir