14 de janeiro de 2018

Resenha | A Invasão de Tearling - Erika Johansen


Livro cedido em parceria com a editora.

Autora: Erika Johansen

Série: A Rainha de Tearling #2

Número de páginas: 400

Ano: 2017

Editora: Suma

Skoob: AQUI

Compre: Amazon
Sinopse: Kelsea Glynn é a rainha de Tearling. Apesar de ter apenas dezenove anos e nenhuma experiência no trono, ela ficou rapidamente conhecida como uma monarca justa e corajosa. No entanto, o poder é uma faca de dois gumes.

Ao interromper o comércio de escravos com o reino vizinho e tentar conseguir justiça para seu povo, ela enfurece a Rainha Vermelha, uma feiticeira poderosa com um exército imbatível.

Agora, à beira de ver o Tearling invadido pelas tropas inimigas, Kelsea precisa recorrer ao passado, aos tempos de antes da Travessia, para encontrar respostas que podem dar ao seu povo uma chance de sobrevivência.

Mas seu tempo está acabando...


— Eu não mudei, Lazarus. Só amadureci, só isso. Ainda sou eu.

— Não, Lady. — Clava suspirou, e o suspiro pareceu atravessar Kelsea, um bafo de desgraça em asas frias. — Conte para si mesma as histórias agradáveis que quiser, mas você não é mais a garota que buscamos no chalé. Você se tornou outra pessoa.

Não contém spoilers do volume anterior! 

Kelsea pôs um fim no longínquo e cruel tratado assinado por sua mãe com o reino vizinho. Quando tomou sua decisão ao final do primeiro livro, Kelsea sabia que a Rainha Vermelha, soberana de Mortmesne, não deixaria barato, e as consequências de suas atitudes não tardam a bater à sua porta. O Tearling será invadido, e não vai demorar muito até que isso aconteça.

Kelsea sabe que seu exercito mal armado e enxuto não terá a menor chance contra o numeroso e belicoso exército Mort. Tudo que o exército Tear pode fazer é, ao comando do general Hall, tentar atrasar os inimigos.

Blaser partiu, e Hall se virou para olhar para a superfície do lago Karczmar, uma lâmina ofuscante de fogo vermelho no sol nascente. Essa visão, que costumava enchê-lo de anseio quando ele era criança, agora parecia um aviso terrível. Os mort estavam espalhados, era verdade, mas não por muito tempo, e se os homens de Hall perdessem a encosta, não havia nada que impedisse o exército invasor de destruir as linhas defensivas cuidadosamente organizadas de Bermond. Depois da colina ficava a planície Almont: milhares de quilômetros quadrados de terra plana com pouco espaço para manobras, as fazendas e aldeias isoladas e indefesas. Os mort tinham quatro vezes mais soldados e armas de qualidade superior, portanto, se chegassem à Almont, só havia um resultado possível: carnificina.


Preocupada com os camponeses, Kelsea começa uma evacuação das terras que podem servir de caminho para os Mort. Essa romaria começa a irritar os nobres de Tearling, que insistem em dizer que estão sofrendo perdas com essa movimentação. Mas Kelsea é justa e está irredutível, ela não permitirá que inocentes enfrentem sozinhos a ira de um exército sedento por sangue, mesmo que isso lhe custe valiosas alianças.

Os moradores de Nova Londres também deverão ser remanejados, pois estarão em perigo assim que os Mort chegarem ao seu destino. Kelsea pretendia colocá-los dentro da Fortaleza, mas não haveria espaço para todos. Sua única opção seria pedir ajuda ao novo Santo Padre, Anders, para que este abrigasse parte da população dentro do Arvath, mas a igreja não está disposta a ajudar a rainha assim tão facilmente.

Kelsea sente-se frustrada por não poder mais contar com a ajuda de suas duas poderosas safiras, que não se manifestam desde o fatídico dia da quebra do tratado. Porém, em compensação, Kelsea está mudando muito, está mais magra, mais alta, mais bonita e mais letal. Sim, mais letal. Lazarus, o Clava, comandante da guarda da rainha, acha que todas essas mudanças têm alguma coisa a ver com os artefatos, mas Kelsea não quer se afastar das joias, que, diga-se de passagem, aparentemente também estão mexendo com sua personalidade, fazendo com que Kelsea sinta, repentinamente, uma raiva que não pode controlar.

— Tire essas joias do pescoço, Lady — implorou Clava. — Deixe-as de lado. Por mais que tenham feito bem, não compensa o que estão fazendo com você. Vou escondê-las. Ninguém nunca vai encontrá-las. Construa seu trono, seu legado, baseado em outra coisa.

Por um momento, Kelsea se perguntou se ele estava certo, se as safiras eram o verdadeiro problema. Os sonhos, as vozes, a invasão inexorável de Lily... uma parte da vida de Kelsea parecia ter se perdido no caminho.


E como se já não bastasse tudo isso, as joias, que antes mostravam a Kelsea vislumbres do que estava por vir, agora levam-na de volta ao passado, mais precisamente para os Estados Unidos pré-Travessia, e lá ela descobre as origens de seu reino através dos olhos de uma jovem chamada Lily Mayhew. Com essas regressões, Kelsea descobre o que levou seus antepassados a tomarem a decisão de deixar tudo para trás, mas o que isso tem a ver com ela? Em que isso pode ajudá-la? Kelsea precisa de respostas, pois o exército Mort está chegando e junto com ele está chegando o momento em que Kelsea terá que tomar uma difícil e perigosa decisão.

••••••••••

Como diria Jojo Toddynho: QUE TIRO FOI ESSE?


Calma que eu ainda não me recuperei, ainda estou pensando muito na história desse livro e acabei de descobrir que a continuação, O Destino de Tearling, vai ser lançada mês que vem. É pra glorificar de pé, igreja!

Poucas vezes eu vi uma evolução tão grande de um livro para o outro! Eu não curti tanto A Rainha de Tearling, achei que ficou faltando muita explicação e que a autora deu uma enrolada, mas nesse aqui as coisas acontecem em um ritmo frenético e nada é irrelevante nessa história. Nada! O artifício que Erika utilizou para introduzir a época pré-travessia foi sensacional. Os “flashbacks” são muito esclarecedores, nos mostrando, por exemplo, o porquê de não haver tecnologia e os motivos dos livros serem itens tão raros e valiosos.

Os Estados Unidos estavam enfrentando uma época sombria, principalmente para as mulheres. Tudo era controlado, as pessoas eram monitoradas constantemente e a liberdade de ir e vir era inexistente, nada era feito sem que o governo soubesse. Lily, personagem que conduz a história no passado, é uma mulher sofrida e desiludida que sofre nas mãos de um marido violento e vaidoso, que se importa muito mais com que os outros pensam sobre ele do que com a própria esposa. Quando um núcleo rebelde cruza seu caminho, Lily não pensa duas vezes, tudo o que ela quer é se ver livre de tudo aquilo. E é aí que nós vamos entendendo como as coisas realmente aconteceram e tipo... é bem louco, mas muito legal!!!

Não posso deixar de destacar o teor feminista e empoderador dessa história. São diversas passagens até dolorosas de acompanhar, mas necessárias. É através do sofrimento de Lily que Erika diz “está vendo, isso é errado, não aceite ser tratada assim”. E não é só isso, Erika ainda cutuca a igreja e sua troca de favores, que, ao longo da história da humanidade, cansou de sujar as mãos de sangue. Também são abordados temas como homossexualidade, pedofilia, corrupção, prostituição e muito mais.


Erika usou e abusou da continuidade, ela pegou muitos ganchos do primeiro livro e os desenvolveu muito bem, como a fixação de Kelsea pela beleza alheia, por exemplo. A jovem rainha agora tem que lutar com o próprio desabrochar e com o fato de que agora chama a atenção dos homens. Porém, ao mesmo tempo, Kelsea teme ser como a mãe, cuja beleza em nada lhe foi útil, muito pelo contrário. Outro ponto muito bem trabalhado foi a mudança comportamental da protagonista. Causada ou não pelas safiras, essa alternância nos coloca em dúvida sobre o futuro de Tearling, que já sofreu muito nas mãos de governantes que sucumbiram a algo ou a alguém.

Os demais personagens também estão ótimos! Aisa, filha de Andalie, a dama de companhia de Kelsea, merece destaque. A menina aparece pouco, mas prestem atenção nela, ok? Lazarus, o comandante da guarda da rainha, segue sendo amigo e conselheiro de Kelsea, por quem nutre um grande carinho. Pen, um dos guardas, também aparece mais e ganhou minha torcida. #Pensea Padre Tyler merece menção honrosa por sua coragem, e olha que eu não dava nada por ele, hein! E eu não poderia deixar de falar sobre ela, a misteriosa Rainha Vermelha. Ela ainda aparece pouco, mas descobrimos pelo menos suas motivações. Quem é essa mulher? Por que ela sente tanto ódio pelos Tears? Sim, teremos respostas!

A edição da Suma está ótima. As páginas são amareladas e a diagramação é mais apertadinha, com fonte um pouco menor que a habitual, mas não chega a ser desconfortável. O livro é narrado em terceira pessoa e não encontrei erros de revisão. Assim como o volume anterior, o exemplar vem com um mapa do Tearling e adjacências, o que é ótimo para acompanhar a movimentação dos exércitos.


A Invasão de Tearling foi um livro que me surpreendeu demais. Comecei a lê-lo com um baita receio e agora estou aqui, ávida pelo volume derradeiro! Sobre o filme, infelizmente, não se ouve mais falar. Tudo o que se sabe é que Emma Watson irá interpretar Kelsea, mas o filme nem ao menos entrou em pré-produção. Só nos resta esperar, não é mesmo?

Leia mais:

http://www.meuepilogo.com/2017/06/resenha-rainha-de-tearling-erika.html

51 comentários

  1. Oi Tami,
    Acho essas capas lindas e dá aquele arrependimento de não ter solicitado masok haha
    Adorei os tópicos que ela aborda, alguns polêmicos e quero ver o desenvolvimento. Já curti a Kelsea só de ler sua resenha e ótimo saber que é uma história bem empoderada. Essa mãe dela me soou meio doida haha.

    P.S.: HAHAHA também tinha achado bem exagerado o photoshop na Meryl, naquele poster e assistindo o trailer ainda vem a peruca que ta horrível tb.
    E aí, comente aqui o que você achou de Fala Sério, Mãe! Se riu um tiquinho, já vale haha

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii, a Kelsea no primeiro livro me irritou, mas ela melhorou tanto que dá até orgulhinho! Hahahah

      Excluir
  2. Oi, Tami! Acredita que eu nunca tinha ouvido falar? Parecem ser histórias legais, deu até vontade de ler! E que capas lindasss!

    Beijo da sua mais nova seguidora!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tami!

    Confesso que a premissa da obra não me chama muito a atenção, mas fico feliz de saber que o segundo volume teve uma melhora assim tão grande, ainda mais considerando que é o segundo, e geralmente eles sofrem da famosa maldição, mas ultimamente tenho visto vários casos onde o segundo consegue superar o primeiro em questão de qualidade, então é muito bom ver os autores se dedicando cada vez mais com as histórias!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maldição do segundo livro passou longe, ainda bem! Hahahha

      Excluir
  4. Oi, Tami!
    Menina, todo mundo está falando do tiro desse livro. Dá até vontade de começar a ler a trilogia hahahhha mas ela nunca me encheu os olhos, então quem sabe um dia.
    Gente, não me entra na cabeça Emma como essa Kelsea.. Não depois que li sobre o físico da garota.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maquiagem, filha... e nesse livro a Kelsea fica bonita, então nada que um enchimento e uma maquiagem bem feita não resolvam.

      Excluir
  5. Olá, Tamires.
    Acabei de ver a capa do terceiro livro e já quero hehe. Diferente de você eu já tinha amado o primeiro livro e esse ainda conseguiu superar ele. A trama é tão complexa que acho que essa história sim merecia uma série hehe. Odiei um monte de gente nesse livro e amei outras. E gostei bastante do Pen, mas ainda queria ela com outra pessoa hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei com quem você queria que ela ficasse... mas ele aparece tão pouco que nem deu para eu torcer. E o Pen é amorzinho! <3

      Excluir
  6. Oi, Tami
    Eu acho muito legal livros que falam sobre questões sociais e políticas, esse negócio de reinos me chama muita atenção, mas ainda não tive oportunidade de ler a obra. Tomara que o terceiro livro seja tão bom quanto este, pra não perder o encanto.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da premissa do livro e da sua resenha. Quero muito ler, pois a sinopse me fascinou. Que maravilha que esse foi muito melhor que o anterior, já quero na minha lista. Bjss

    www.historiasdaiza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi
    quero muito ler o primeiro livro e esse, essa foi a segunda resenha que li falando bem da continuação, parece ser ótimo, que bom que o livro evoluiu bastante.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Tami! Lá no blog quem lê é a Ariane e ela tb acha que o segundo volume foi um tiro hehehehehe Eu preciso pegar o primeiro, mas seber que a continuação é boa já me deixa mega animada!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Oi Tami, tudo bom?
    Apesar de ter algumas ressalvas com o primeiro livro - spoilers que minha amiga me deu e eu fiquei meio... nhé - ainda pretendo ler essa série.
    Vou esperar tudo sair por aqui pra não ter que ficar roendo as unhas, sou muito ansiosa!
    Que bom que continuou bem tiro, porrada e bomba. AMO quando livro 2 é surpreendente e mantém a qualidade.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conhecendo você eu acho até que sei o que pode ser esse... nhé! hahahaha E se for o que eu estiver pensando, calma, melhora e ela compensa! ;)

      Excluir
  11. Oi Tamires!

    Tudo bem? Bom, eu quero MUITO ler a série e por esse motivo eu pulei diretamente para a sua opinião (não quero saber muito sobre a narrativa do segundo sem ter lido o primeiro sabe?).

    Saber que a fantasia tem essa pitada de feminismo e empoderamento me deixou ainda mais curiosa para ler! A cutucada na Igreja também me fez ficar ainda mais interessada, além do fato dos personagens secundários serem também bem desenvolvidos!

    Com certeza quero ainda mais esses livros e é mesmo uma pena que não tenhamos mais qualquer notícia sobre a adaptação!

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  12. Oi! Ainda não tive a oportunidade de ler A Rainha de Tearling, mas TODO MUNDO fala sobre o livro então curiosidade eu tenho, rs. Espero que ele entre para a lista dos recebidos desse ano, haha.

    Beijos,
    http://www.livroapaixonado.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Tami!
    Olha... você está quase me encorajando a ler A Rainha de Tearling, sério.
    Eu via comentários positivos, porém nenhum argumento que me convencesse, mas talvez pelo fato da sua resenha do segundo livro ter me convencido com argumentos com: nada é irrelevante ou sobre a força que a trama ganhou. Eu gosto disso e quando acontece fico pensando que, na verdade o autor escrevendo e pensando em fazer um livro único e dividiu por um motivo x, e não...ficar enrolando para ter várias continuações e tal.
    Será que espero você ler o terceiro pra me convencer de vez?

    Bjs
    MaH
    O que disse, Alice?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Mah, acho difícil a autora estragar a história no terceiro livro, então eu acho válido começar agora! Hahahaha

      Excluir
  14. Quero muito ler esse livro, só tenho lido coisas muito positivas, apesar de não ter gostado assim tanto do primeiro, estou tentado a ler o segundo. =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  15. É bom quando a gente começa a ler com medo e nos surpreendemos, detesto iniciar uma leitura com fortes expectativas e me decepcionar completamente.
    Fiquei bem curiosa para ler essa série.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oiii Tami

    Eu li a primeira parte e adorei, gostei do teor mais adulto que a autora usa na narração, nada de meias palavras e também gostei da trama diferente, que não apela desnecessariamente para os já conhecidos elementos chaves (romance + triangulos amorosos). Quero muito ler em breve essa segunda parte, tem pinta mesmo de estar imperdível

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O linguajar realmente é um diferencial, também gosto desse conteúdo mais adulto!

      Excluir
  17. Oi, Tamires!
    Eu não conhecia os livros, mas fiquei curiosa para ler depois de ver como você ficou empolgada com a leitura haha
    Mesmo você falando que o primeiro não é tão bom, já fiquei querendo começar logo para chegar no segundo volume haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  18. Esse não é o gênero que estou habituada a ler mas saber que é uma leitura com teor feminista já me faz querer desejá-lo, esse tipo de livro, com distopias que as vezes parecem muito reais me faz questionar esse sistema que vivemos, dica anotada e que bom que tem lançamento da continuação logo logo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que eu leio livros com uma forte crítica sociopolítica eu fico com medinho do futuro da humanidade! Rss

      Excluir
  19. Oi Tami! Esta série é excelente, a história tem força e não cai e clichês. Sobre o filme, eu não vejo essa atriz como a Rainha de Tearling, imagino a Kelsea bem menos delicada. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não a vejo, mas nada que uma maquiagem não resolva...

      Excluir
  20. Menina, tu sabe que o primeiro livro achei meio fora mesmo pelas resenhas que li, mas este segundo me pegou pela resenha e já coloquei na minha lista de desejados. Nossa, fico imaginando a ação que tem nele e como as coisas acontecem e ainda bem que a autora desenvolve bem tudo para o terceiro terminar muito bem.

    ResponderExcluir
  21. Heiii, tudo bem?
    Ahhh, preciso dar um jeito de ler esse segundo volume.
    Ainda nao consegui, mas pela sua empolgação, ja vi que vou gostar mto como vc.
    Como assim iria ter filme, nem sabia disso!
    Ahhh..seria uma filme mais pesado, mas eu acho que seria legal.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, menina. Os direitos foram vendidos, mas até agora nada de notícias! :(

      Excluir
  22. Oie amore,
    Não conhecia o livro até então, mas já me encantei por essa capa - que linda!
    Melhor ainda saber que se trata de uma continuação.
    Legal essa coisa de as jóias lhe levarem ao seus antepassados, quem não queria isso.
    Legal quando há uma evol~ução de um livro pro outro mesmo.
    Essa coisa de feminismo e empoderamento muito me interessa,
    Anotei a dica por aqui lindeza.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  23. Olá Tamires, tudo bem?

    Eu lembro de ter visto o lançamento do primeiro volume e como as críticas positivas surgiram logo em seguida, mesmo que a maioria com um pé atrás do que viria em seguida. Eu não me senti atraída pela série ainda, e não sei se isso acontecerá. Mas já fico feliz da autora não ter caído na maldição do segundo volume HAHAHA.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  24. Olá Tami!
    Fiquei muito animada com a leitura após sua resenha. Mesmo sendo um gênero que leio pouco, me deixa contente saber que a leitura continua mantendo um bom ritmo. Acho que vou aguardar sair o terceiro livro pra poder ler tudo numa tacada só, porque certamente vou me esquecer de alguns fatos.
    Torcendo para que a autora feche a trama com chave de ouro.
    Dica anotada!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  25. Oi, Tamires!
    Eu fiquei com água na boca quando saiu essa série, mas não tive oportunidade ainda de ler. Bom saber que o segundo livro é tão bom quanto o primeiro, me motiva mais a adquirir. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  26. Oi!

    Eu quero muito ler essa série, porque só tenho ouvido elogios sobre ela. É uma história que eu acho muito bacana. E é bom saber que há essa evolução de um livro para o outro e há as explicações, porque o segundo livro de uma série, sempre é o pior. Que bom nesse caso, é diferente.

    Parabéns pela resenha! :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bom?
    Já vi algumas resenhas sobre essa trilogia e ando com muita vontade de ler. A história é bem interessante e acho as capas bem bonitas. Gostei de saber que esse livro aborda alguns temas importantes, agrega valor à leitura.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  28. Oi Amada!

    Eu também tava com um receio de começar a ler esses livros, a sua resenha esclareceu algumas dúvidas que eu tinha, achei ela bem completa, mto boa!

    Beijos
    Overdose Literária
    https://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi Tamires, como está?
    Primeiramente, desculpa a demora em comentar, mas estou seriamente tentando fazer um cronograma decente pra escrever as minhas coisas pendentes há meses. Mas não consigo pensar em por onde começar.
    Segundo e realmente importante, que resenha maravilhosa foi essa?! Consegui sentir a situação ficar imensamente tensa diante dos meus olhos! Como já li várias sobre o primeiro livro, não tinha ideia de que no segundo as coisas fossem ficar tão inacreditáveis!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Oi, Tami ♥
    Desde o lançamento desses livros estou com a famosa pulga trás da orelha para realizar a leitura. Sou uma velha adoradora de capas e vamos combinar, essas estão maravilhosas. O enredo no geral me agrada muito e saber que tem uma grande evolução do primeiro para o segundo já me agrada, por que geralmente o segundo vem dando uma extensão de algo do primeiro e o incio chega ser até meio maçante. Eu que falo: Que tiro foi esse? Por sua resenha está maravilhosa! Amei ♥
    Mega curiosa para fazer a leitura!
    Beijos!

    ResponderExcluir