12 de abril de 2018

Resenha | The Wrong Brother - Bree Wolf


Autora: Bree Wolf

Série: A Forbidden Love Novella Series #1

Número de páginas: 132

Ano: 2016

Publicação independente

Skoob: AQUI

Compre: Amazon
Sinopse: Ela lhe deu sua mão em casamento.
Seu coração, no entanto, foi roubado por seu irmão.

Apesar do profundo amor de seus pais um pelo outro, Isabella Carrington sempre favoreceu sua mente ao invés de seu coração. Ao conhecer Charles Dashwood, ela rapidamente decide que ele é perfeito para ela. Afinal, ele tem todas as qualidades que ela aprecia em um homem; ele é gentil, honesto e, acima de tudo, confiável.

Pelo menos até o dia do seu casamento, quando Isabella de repente deseja alguém completamente diferente, ou não?

No exato momento em que Isabella sussurra seu "sim", seus olhos captam o vislumbre de outro homem. Um homem cujos olhos parecem irritantemente familiares e que despertam um desejo que ela nunca conheceu dentro de seu coração e de sua alma.

Assim que ela entrega sua mão a Charles Dashwood, seu coração é roubado por ninguém menos que o notório gêmeo de seu marido, Robert.

Quando a mente e o coração não andam de mãos dadas, pode haver um feliz para sempre?


"If you ever truly lose your heart to someone, you can never get it back. It is no longer yours, and whether or not that is wise does not matter. This is one choice we cannot make for ourselves. One choice that is made for us."
"Se você realmente perde seu coração para alguém, você nunca poderá recuperá-lo. Ele não é mais seu, e se isso é ou não sábio não importa. Essa é uma escolha que não podemos fazer por nós mesmos. Uma escolha que é feita para nós." 

Os gêmeos Dashwood são idênticos fisicamente, mas suas personalidades são totalmente opostas. Enquanto Charles é um intelectual, Robert sempre foi um aventureiro. Criados por um pai muito rigoroso que sempre esperava muito deles, os meninos tinham um no outro o apoio necessário para enfrentar o dia a dia.

Robert nunca conseguiu viver muito bem sob a rédea curta do pai e assim que teve idade suficiente saiu pelo mundo viajando enquanto Charles permaneceu em Bridgemoore, a propriedade da família. Por ser o mais velho dos dois, Robert herdou o título de visconde de Norwood e, por conta de seu comportamento libertino, é conhecido por toda Inglaterra como Notório Norwood.

A devilish smile drew up the corners of his mouth and Robert saw it's effects on his brother's face long before he spoke again. "After all, in my experience the ladies generally do not merely want the saint, but a little bit of the sinner as well." He shrugged, enjoying the slightly shocked expression on his brother's face. "And you know me, I hate to disappoint."
Um sorriso diabólico desenhou os cantos de sua boca e Robert viu seus efeitos no rosto do irmão muito antes de falar novamente. "Afinal, na minha experiência, as mulheres geralmente não querem apenas o santo, mas também um pouco do pecador." Ele deu de ombros, apreciando a expressão levemente chocada no rosto de seu irmão. "E você me conhece, eu odeio desapontar."

Enquanto Robert vive a vida que sempre pediu a Deus, cabe a Charles cuidar de tudo em seu lugar, desempenhando o papel que deveria ser de Robert. Mas engana-se quem pensa que Charles se ressente por isso, ele quer que o irmão seja feliz e sabe que Robert não foi feito para tal vida. Robert não colocava os pés em Bridgemoore desde a morte do pai, mas agora ele está de volta para o casamento do irmão com Isabella Carrington.

Isabella é uma jovem muito inteligente que não acredita que o amor é o mais importante em um relacionamento. Em sua concepção, o que faz um casamento ser bem-sucedido é a compatibilidade entre o casal, e isso Charles e ela têm de sobra. Mas será o suficiente? Adriana, sua irmã mais nova, acredita que não, e está muito preocupada com a felicidade da irmã.

"Please explain to me why you think he is not the right man for me!" she asked, feeling the last bit of patience slip through her fingers. "You cannot possibly be speaking from personal experience for I do not see a ring on your finger."
An indulgent smile on her face, Adriana shook her head. "And you won't until I find it."
"It?" Isabella asked, avoiding her sister's eyes by busying herself with arranging and re-arranging her skirt. This discussion made her quite uncomfortable - as always.
"Love." Adriana whispered as if there could be no question. "True love. The kind mother and father have."
"Por favor, me explique por que você acha que ele não é o homem certo para mim!" ela perguntou, sentindo o último pedaço de paciência deslizar por entre os dedos. "Você não pode estar falando por experiência pessoal, porque não vejo um anel em seu dedo."
Com um sorriso indulgente no rosto, Adriana sacudiu a cabeça. "E você não verá até eu encontrá-lo."
"Encontrá-lo?" Isabella perguntou, evitando os olhos de sua irmã ocupando-se em arrumar e rearrumar sua saia. Essa discussão a deixou bastante desconfortável - como sempre.
"Amor." Adriana sussurrou como se não houvesse dúvida. "Amor verdadeiro. Do tipo que a mãe e o pai têm."

Mas Isabella está irredutível e tem certeza de que seu casamento com Charles é um bom negócio. No dia do enlace tudo estava indo bem... até o momento do sim. Bem na hora que aceita Charles como seu marido, os olhares de Isabella e Robert se cruzam e algo poderoso acontece. Aquele homem misterioso parece ser uma versão mais selvagem do homem com quem agora ela passará o resto de seus dias.

Robert, por sua vez, também não consegue tirar os olhos de Isabella. Ele nunca sentiu aquilo por mulher nenhuma e não sabe como lidar com tais sentimentos, a única coisa que ele sabe é que é muito errado desejar a mulher de seu querido irmão.

Conforme os dias vão passando, a atração entre eles vai ficando a cada dia mais insuportável. Isabella sente-se miserável por não ter dado ouvidos a Adriana e agora que descobriu que pode sentir coisas tão maravilhosas por uma outra pessoa ela não quer perder aquilo, mas ela está casada com Charles e um divórcio seria inconcebível. Isabella não queria magoar Charles, que sempre foi muito bom para ela e nunca a tratou como a maioria dos homens tratam as mulheres.

Duas pessoas que nunca se viram antes, mas que se apaixonaram à primeira vista. Dois indivíduos que estão ligados através de uma terceira, e amável, pessoa; pessoa esta que não merece ser traída.

Notorious Norwood had finally fallen in love, and as if that wasn't ridicculous enough, it was with his brother's wife for God's sake. How could he?
Notório Norwood finalmente tinha se apaixonado, e como se isso não fosse ridículo o suficiente, foi pela esposa do irmão, pelo amor de Deus. Como ele pôde?



Charles merece saber a verdade, mas como ele vai reagir? Será que haverá um futuro para Robert e Isabella?

••••••••••

The Wrong Brother é uma novella, que vem a ser uma história maior que um conto e menor que um livro padrão. Ele faz parte de uma série que possui, até o momento, oito histórias. Não há muito o que falar sobre o enredo, haja vista que são menos de 150 páginas, mas eu resolvi trazer essa resenha porque recebi pedidos de dicas de livros para ler em inglês depois daquela postagem (AQUI) de dicas de sites, lembram? Por ele ter um vocabulário bem tranquilo acho que seria uma boa pedida para quem quer começar a se aventurar. E ele está grátis na Amazon, olha que beleza!

A história é bem gostosinha e tem potencial, mas o número enxuto de páginas prejudica o desenvolvimento da narrativa. Aquela sensação de correria está presente, mas a leitura é válida e pode ser feita em uma sentada só.

Assim como a história, os personagens não são muito desenvolvidos, mas curiosamente consegui sentir empatia por todos. O instalove está presente, mas eu, particularmente, não me importo. A situação de Isabella e Robert é muito complicada, pois ambos adoram Charles, mas querem ficar juntos. Não senti raiva deles em nenhum momento, pois realmente pude perceber que magoar Charles era o que eles menos queriam.

Curti também o fato de Isabella ter ideais bem bacanas. Ela chega a falar que não quer casar com um homem que a faça se sentir vazia, como se fosse apenas um belo enfeite a ser exibido. Por isso ela acha que seu casamento com Charles seria bom, pois ele a trata com respeito e ouve o que ela tem a dizer, sem condescendência.

Charles é um amor e não sei como Isabella não conseguiu amar esse homem! Trocar Charles por Robert é como trocar um edredom quentinho por um lençol cheiroso! 😂 Mas a gente não manda no coração, né? E os dois são gêmeos idênticos, então o que conta mesmo é a personalidade de cada um. Robert tem lá seus encantos e teve muita hombridade para lidar com toda a situação, mas ainda sou #teamCharles!

O desfecho que a autora escolheu é bem previsível, mas eu curti. E em A Brilliant Rose, segundo volume da série, vamos ver os desdobramentos das escolhas que Charles, Robert e Isabella fizeram.

Acho a capa do livro bem bonita e consigo enxergar Isabella nessa modelo, com sua expressão austera e um tanto quanto retraída. A diagramação do eBook é simples, não há nenhuma ilustração. A escrita da autora é bem fluida, só achei coloquial demais em alguns momentos, levando em consideração o fato de se tratar de um romance ambientado no século XIX.

The Wrong Brother pode pecar na verossimilhança em alguns momentos, mas entretém e cumpre o papel de uma novella. Agora lerei os próximos livros, que são bem baratinhos. Todos os eBooks custam em torno de R$3 na Amazon!

Já conheciam a autora?

* Traduções e adaptações feitas por mim.


27 comentários

  1. Oi, Tami
    Eu fui uma das loucas que pediu dicas para ler em inglês, vou tentar dar uma chance mas caramba, esse livro não me chamou atenção.
    Tipo, eu gostei do enredo mas estou com o pensamento em Despertar, e esse negócio de estar desejando uma outra pessoa sendo casada com outra me pegou de jeito. Normalmente eu não ligaria pro enredo desse romance, mas me revoltei tanto com o outo livro que não consigo desvincular as duas coisas. Deu pra entender?!
    Mesmo assim vou guardar a dica para ler depois, quem sabe.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Tamires, tudo bem?
    Confesso que triângulos amorosos não me agradam e no caso de “The Wrong Brother”, fica bem complicado torcer pelo casal, apesar disso gostei da dica e pretendo me arriscar a lê-lo no futuro.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade verdadeira não há um triângulo amoroso, mas só lendo para saber! Heheheh

      Excluir
  3. Oi Tami,

    A capa desse livro é muito bonita, mas esse negócio de dois irmãos e uma mocinha já me deixa com um pé atrás, mas como é um livro curto vou colocar na lista de leitura.
    Bjs!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tami! Tudo bom?
    Adoro histórias mais curtinhas porque com o tempo corrido ultimamente tá difícil conciliar tanto livro. Tô começando nessa jornada de ler romances de época, então anotei a dica!
    Adorei o fato de a protagonista ter voz e querer um relacionamento onde vai ser respeitada; aaaamo essas mocinhas com presença e poder em histórias assim.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, Tamires.
    Não sei se aceitaria essa relação deles de boa. Ficaria com muita raiva sim. Acho traição a pior das coisas e não acredito em amor a primeira vista. Acredito leria o livro com um pé atrás e por isso não iria gostar. Mas sei lá, tem que ler para ver né? hehe. Mas como não sei ler nada em inglês vai ficar para uma próxima oportunidade hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii eu acredito, até pq comigo e meu ex foi assim e ficamos juntos por quase 7 anos! Hahaha

      Excluir
  6. Ola Tami! Tudo bem?
    Adorei a resenha e dica por ser em inglês né.. acho que eu ia ficar tensa o tempo todo na história por causa dessa situação, já quero saber como que eles resolveram - ou não isso aí! Hahah adorei!
    Beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tami!
    Menina, que livrinho curtinho. Não lembro se você me falou isso..
    Instalove em romance de época eu nem me abalo mais hahahahahah Eu já aceitei na vida isso.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falei sim, filha, tu que não lembra mesmo! HahahaH

      Excluir
  8. Fiquei curiosa com essa leitura ♥

    http://www.gotasdecafe.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Tami, eu gostei do enredo, apesar de parece beem simples, mas acho que é aquele tipo de livro que eu adoro em tardes de domingo <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É simples mesmo, mas às vezes é bom ler umas coisas menos elaboradas assim, né?

      Excluir
  10. Como vai? Em um primeiro momento não é uma leitura que tenha me chamado a atenção. Vou anotar sua dica, por ele ser rápido de se ler. Mas não é um estilo que eu leia com tanta frequência.. a não ser para desanuviar a rotina de leituras mais densas que eu costumo realizar.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Tamires! Gostei muito dessa dica de leitura! Achei uma pena somente ser uma história tão pequena, mas gostei de verdade! Simpatizei com os personagens logo de cara, e acredito que eu também seja team Charles, porque acho que me apaixonaria por seu jeito. Gostei muito e vou procurar pra ler, junto com os outros da série! Obrigada pela dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  12. barato é ótimo!! uhauhauha
    Eu na verdade estou um pouco saturada de romance de época, mas me agradei um pouco desta historia.
    E o preço ajudou bastante tambem!! uhauhauha
    Vou anotar sua dica!

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Tamires.
    Fiquei feliz e minha vontade de ler aumentou, quando li que o dois não queriam de forma alguma, magoar o Charles. Pois já li histórias parecidas, onde os apaixonados só pensavam neles mesmos, e em viver aquela paixão, e confesso que não me agradou muito. Vou dar uma olhada na Amazon depois e conferir as outras histórias. Obrigada, gostei bastante da dica.
    Bjos

    www.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Tami, aquele post seu fez sucesso mesmo, né? Eu mostrei pra alguns amigos e eles amaram, sem duvidas você salvou muita gente haha eu concordo contigo, achei esse enredo gostosinho demais, e por mais que seja curtinho, envolve bem o leitor.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Tamires.
    Amei a indicação!
    Já baixei meu exemplar e vou aproveitar o final de semana para dar uma lidinha! Faz tempo que não pego nada em inglês.
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom?
    Que capa linda! Quero muito conferir o físico, adorei a idéia de gêmeos, amei a narrativa. A capa é linda, dá ainda mais vontade de ler!!

    ResponderExcluir
  17. Adorei a dica de livro em inglês para ler, estava procurando alguma coisa mais fácil para eu praticar,e já vou anotar a dica. Eu gostei bastante do enredo e sua resenha me deixou bem empolgada para conhecer essa história.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  18. Olá, Tamires!

    Eu não sou fã de histórias sobre triângulos amorosos, sobretudo quando envolvem irmãos ou pais (mãe e filha apaixonada pelo mesmo cara e por aí vai). Daí os problemas que tive com a primeira parte do livro O Cavaleiro de Bronze, Paullina Simons, já que duas irmãs se envolvem com o mesmo homem.

    Mas, curiosamente, fiquei interessada nessa história. O que é péssimo considerando que não entendo nada de inglês.kkkkkkk... Acho que terei mesmo que aprender o idioma, pois por mais que não suporte inglês, é um mal necessário porque muitos livros incríveis só existem nesse idioma.

    Eu gosto muito de contos, ainda que logicamente não seja possível ao autor desenvolver a história da mesma forma que um romance padrão. Li poucas novelas, mas se aprecio contos certamente não teria problema algum com a estrutura das novelas.

    Bjs!

    ResponderExcluir