5 de dezembro de 2018

#NatalComArqueiro | Dicas para arrasar no presente

Quem usa o Twitter deve ter visto que a hashtag #DêLivrosDePresente ocupou, durante algumas horas na semana passada, o primeiro lugar dos trending topics nacionais. Aproveitando a deixa desta e de outra campanha que vem ganhando as redes sociais, a #DesafioDasLivrarias, eu trouxe, à convite da editora, essa postagem com dicas muito bacanas para você presentear aquele amigo ou familiar neste Natal. 🎄🎅


Sabe aquele amigo que é super família? Ele vai adorar As Coisas Que Fazemos por Amor! Nesta história, Kristin Hannah presenteia o leitor com uma trama repleta de amor, cumplicidade e adversidades. Aqui acompanhamos Angela, uma mulher de trinta e poucos anos que está frustrada pelo fato de não conseguir engravidar. Toda essa situação afeta seu casamento e ela acaba voltando pra sua cidade natal. Chegando lá, Angela conhece Lauren, uma jovem que sofre com o descaso da própria mãe, que não dá a mínima pra ela. A partir daí vamos acompanhar o nascimento de uma linda relação de mãe e filha entre duas pessoas que não são mãe e filha, mostrando que os laços sanguíneos são desnecessários quando o amor está presente.

Lembranças da noite invadiram sua mente. Uma estranha emoção acompanhou as imagens, em parte alegria, em parte tristeza. Não conseguia destrinchá-la.
Era só um restaurante, lembrou a si mesma. O lugar onde trabalhava.
Angie era sua chefe, não...
... sua mãe.
Lá estava o cerne da questão, o que a incomodava. Fazia tanto tempo que era solitária, e agora - de forma irracional - sentia que fazia parte de um lugar.
Mesmo que isso não fosse de todo verdade - e não devia mesmo ser -, com certeza era melhor do que o vazio de sua dura realidade.

Resenha → AQUI


Agora, se a pessoa que você quer presentear é daquelas que amam um drama, A Luz Que Perdemos é o presente ideal! Esse livro mexeu demais comigo porque ele é muito vida real e é muito parecido com situações que eu mesma enfrentei há pouco tempo. Doloroso demais, mas reflexivo na mesma medida. Neste livro vamos conhecer Lucy e Gabe, duas pessoas que se conhecem em um dos piores dias da história dos Estados Unidos, o 11 de setembro. Acompanhamos treze longos anos da vida deste casal, uma jornada melancólica que mostra que o amor, muitas vezes, não é suficiente para manter duas pessoas unidas. É triste, mas maravilhoso!

— ... Percebi que, se eu quiser fazer a diferença, diferença mesmo, como você está tentando fazer com este programa, tenho que sair de Nova York. Minha câmera e eu podemos fazer muito mais em outro lugar.
— O que você quer dizer? E a gente?
— Eu... eu não estava pensando na gente... É meu sonho, Lucy. — disse você, com um tom suplicante. — Descobri qual é o meu sonho. Você não consegue ficar feliz por mim?
— Como posso ficar feliz com um sonho que não me inclui? — perguntei.

Resenha → AQUI


A literatura juvenil também vai entrar nessa postagem! O Sol Também é uma Estrela é um YA, mas os adultos também vão se beneficiar muito com essa leitura. Natasha e Daniel são personagens extremamente opostos, mas se completam de uma forma extraordinária. Enquanto ela é toda razão, ele é todo emoção. Ela não acredita em coincidência e destino, ele acredita no poder do universo e acha que existe um propósito para tudo que acontece. A história tem uma representatividade muito bacana, onde um protagonista é negro e o outro é asiático. Tudo acontece em um único dia, onde acompanhamos Natasha tentando encontrar uma maneira de não ser deportada com a família para a Jamaica, mas não se engane achando que por isso a história fica corrida, não fica. É tudo muito bem desenvolvido e o final é a coisa mais fofa desse mundo!

Somos capazes de grandes vidas. De uma grande história. Por que aceitar menos? Por que escolher a coisa prática, a coisa corriqueira? Nós nascemos para sonhar e fazer as coisas com as quais sonhamos.

Resenha → AQUI


E como errar no presente dando um romance de época para aquela amiga que é uma romântica incorrigível? Um Sedutor Sem Coração abre a série Os Ravenels com chave de ouro! A interação entre Devon e Kathleen é divertidíssima. Até o romance engrenar há muitas alfinetadas que fazem o leitor dar boas risadas. Além do envolvimento amoroso entre os protagonistas, há também o crescimento pessoal de Devon, que começa a história super displicente, querendo se livrar da propriedade e das parentes recém-herdadas para poder voltar a ter a vida desregrada que possuía. A série ainda possui uma característica bem interessante que é o fato de parecer um folhetim. Esse presente é sucesso!

— Milady... — O Dr. Weeks a observou por alguns segundos, os olhos cansados e bondosos. — Conheço muitos fatos científicos sobre o coração humano, e um deles é que é muito mais fácil fazer um coração parar de bater em definitivo do que evitar amar a pessoa errada.

Resenha → AQUI


E para aquele amigo que curte tramas mais densas, A Casa do Lago é uma ótima pedida. Com um mistério familiar interessante, saltos temporais e personagens repletos de virtudes e defeitos, essa história, apesar de possuir um ritmo mais cadenciado, deixa o leitor ávido para saber o que realmente aconteceu em 1933 naquilo que ficou conhecido como Caso Edevane. Kate Morton adora brincar com o tempo e adora criar histórias que se complementam, onde segredos, há muito tempo escondidos, são a chave para responder todas as perguntas. É um livro que com certeza vai agradar e seu amigo vai querer ficar confabulando com você quando chegar no momento derradeiro, escreve aí o que eu estou te dizendo!

Fora aí que Ben se enganara. Alice afastou o súbito e inesperado calor da perda. Sua preferência por pessoas em vez de lugares era muito boa, mas as pessoas tinham o hábito desagradável de mudar. Ou ir embora. Ou morrer. Os lugares eram muito mais confiáveis. Eles prevaleciam. E, se danificados, podiam ser reconstruídos, até mesmo melhorados. Não se podia confiar que as pessoas ficariam por perto.

Resenha → AQUI


••••••

Essas foram as minhas dicas: livros que mexeram comigo e que viraram favoritos da vida!

Dê livros de presente neste Natal, ajude a formar um novo leitor. Muitas vezes as pessoas falam que não gostam de ler, mas sequer tentaram. Sente com alguém, explique o porquê de você estar lhe dando aquele determinado livro, mostre como aquela história te tocou, demonstre as emoções que aquela trama fez você sentir. As pessoas pensam que ler é chato, vamos mostrar pra elas que não: LER É MARAVILHOSO!

24 comentários

  1. Oi
    desses ai eu quero ler três desses, menina pena que nunca ganho livro de natal, na verdade só ganhava presente quando era criança. Mas as dicas são boas, principalmente quando tiver dinheiro para comprar.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Tami,

    Estou adorando as campanhas desse fim de ano.
    Apesar de nunca ganhar livros de natal, esse ano talvez eu presenteie alguém.
    Adorei as suas dicas, principalmente A Luz que Perdemos.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse ano se perguntarem o que eu quero vou falar: LIVROS! hahahah

      Excluir
  3. Oi Tami, tudo bem?
    Muito legal a proposta do post. Dar livros é amor! <3
    Eu só li Um Sedutor Sem Coração da sua lista, mas gostaria de conferir A Luz Que Perdemos. No futuro, talvez, quando estiver querendo uma sofrência. :P
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que estar nessa vibe mesmo, porque é uma sofrência atrás da outra.

      Excluir
  4. Se eu ganhasse qualquer um desses livros no Natal ficaria bem feliz. Impecáveis os livros que você selecionou!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Tami!

    Só sucesso mesmo esses livros! Já li A luz que perdemos, o sol também é uma estrela e Um sedutor sem coração e são todos ótimos <33

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Tami!
    Pode mandar romance de época pra mim que estou aceitando hahaha
    Tenho que ler logo a outra série da Lisa para começar Os Ravenels.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Natal Literário 2018: 5 kits, 10 ganhadores. Participe!

    ResponderExcluir
  7. Oi Tami!! Esse ano só li os romances de época da Arqueiro e adorei todos, quero ainda conferir A casa do lago!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oi Tami!
    Essa campanha ❤
    Quero muito ler O sol também é uma estrela pois já conheço a escrita da autora 😍 Preciso conferir tbm Kate Morton. Um sedutor sem coração já comprei, só falta ler XD
    Ps: eu não vou meeesmo te dar spoiler de Agatha Christie, cê é loca menina? KKK Ngm mandou vc começar pelo pior dela, o do Expresso do Oriente! 😅 Se vc ler "E não sobrou nenhum" e não gostar, aí eu até aceito sua opinião do contra sobre a rainha HAHAHAH
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Tami.
    Se você ganhasse um real para cada foto linda, estava riquíssima.
    Amei as indicações, principalmente pela Hanna que tenho muita vontade de ler.
    Sobre o novo livro da Kleypas tenho dúvidas.
    Beijos.
    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  10. O sol também é uma estrela eu tenho e estou muito curiosa para ler, mas ainda não me sobrou tempo. Espero que ano que vem consiga!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Tami! Tudo bem?

    Amo ganhar livros de presente e presentear os outros com livros, é incrível também. Uma vez, um grupo de amigos meu e eu fizemos um amigo secreto literário e foi incrível mesmo.
    Acho que quando você compartilha um livro, você dá de presente para alguém um livro não é um simples objeto porque estamos compartilhando uma história que nos passa emoções e sentimentos. É algo muito grande.
    Amei as suas dicas e quero muito ler O Sol Também É Uma Estrela.

    Beijos,
    Blog Magia é Sonhar
    Canal Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também participo de amigos secretos literários. Esse ano mesmo estou participando de um, mas é com blogueiras, porque a maioria dos meus amigos infelizmente nem lê...

      Excluir
  12. Olá, Tamires.
    Eu acredito que quem não gosta de ler porque ainda não achou o que gosta de ler hehe. Tenho experiencia com amigos com isso. Dos livros que você citou eu quero muito ler o de época que inclusive já tenho aqui e A casa do algo que até ia comprar na BF mas não baixou hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir