15 de janeiro de 2019

Netflix | Caixa de Pássaros


Título original: Bird Box

Lançamento: 21 de dezembro de 2018

Duração: 2h 04min

Direção: Susanne Bier

Gênero: Drama, Horror, Sci-Fi

Elenco: Sandra Bullock, Trevante Rhodes, John Malkovich, Sarah Paulson, Jacki Weaver, Rosa Salazar, Danielle Macdonald, entre outros.

Saiba mais: IMDb - Filmow
Sinopse: Cinco anos após uma presença sinistra e invisível levar a maioria da sociedade ao suicídio, uma mãe e seus dois filhos fazem uma tentativa desesperada de alcançar a segurança.


Finalmente cheguei com esta postagem que foi reescrita inúmeras vezes. Demorei a postar esta crítica porque meu desgosto estava em um nível elevado, mas agora vamos lá! 😂 A história do filme todo mundo já deve conhecer, né? Vamos acompanhar um grupo de sobreviventes de um evento apocalíptico que consiste em "criaturas" que não podem ser vistas; ao menor vislumbre desses seres - que nem o livro nem o filme elucidam o que é - a pessoa comete suicídio.

Já quero começar falando que Caixa de Pássaros é um filme bom, mas uma adaptação ruim. Se você gostou, ótimo! Mas eu não gostei e agora vou falar meus motivos. Primeiro e mais importante de todos: Malorie (Sandra Bullock), que foi totalmente descaracterizada! No livro de Josh Malerman é dela o mérito total da sobrevivência, treinamento e salvação das crianças e de si própria. Ela passa quatro anos sozinha, treina as crianças sozinha, enfrenta o medo e a escassez de suprimentos sozinha, faz expedições sozinha, toma decisões importantíssimas sozinha, para no filme me colocarem um macho que tira dela o triunfo. E sim, ele tira! No filme a única conquista de Malorie é a chegada ao refúgio, nada mais.

© Netflix
Aliás, falando em refúgio? Qual é o problema em revelar o que aquele lugar realmente era. Sério, me expliquem? Se você não sabe e quer saber, me pergunta no Instagram (@tami_marins) que eu te conto. No filme deram uma dramaticidade desnecessária e totalmente fora do propósito do livro, que é qual? Adaptabilidade. Ou seja, a humanidade descobrindo uma nova forma de sobrevivência em meio ao caos!

Outra coisa que me incomodou bastante foi a maneira escolhida para instaurar o pandemônio. No livro os casos começam na Rússia e vão sendo revelados aos poucos. Há uma passagem interessante onde Jessica (Sarah Paulson) - que no livro se chama Shannon - fica bastante impressionada e Malorie, totalmente cética, ri dos devaneios da irmã. No filme parece até o início de Guerra Mundial Z!

Agora vamos falar sobre as crianças. No livro as duas são treinadas por Malorie a ouvir. A audição de ambas é extremamente sensível, elas podem ouvir uma pena planando ao vento. No filme? Nada. Nenhuma função a não ser entrar no barco. Elas são muito importantes na travessia e aqui não passam de adereços sem função alguma. E por falar em travessia, a do livro é, de longe, muito mais emocionante. E quando eu digo emocionante não estou falando em descer corredeiras, que por sinal é outra coisa que não existe no livro.


Desenvolvimento de personagens? Esquece. Tirando a Sandra, ninguém se salva! As maiores perdas nesse quesito foram nas personalidades de Tom (Trevante Rhodes) e Gary (Tom Hollander). O primeiro, no livro, tem uma carga muito mais pesada e interessante, ele não se limita a ser apenas o par romântico e salvador de Malorie. Sobre o segundo eu prefiro nem comentar, apenas digo que ele não é aquele lunático, ele é sombrio e inclusive deixa Malorie apavorada. Ahhh, e se eu fosse a Sarah Paulson pediria para ter as minhas cenas deletadas, de verdade...

Os cachorros? Sumiram. A cena do poço? Nem deu as caras. A chuva de pássaros? Esquece. O parto? Decepcionante.

E sim, eu sei que é uma ADAPTAÇÃO. Mas eu já assisti a um número bem elevado das mesmas para saber que mudança é diferente de lambança... e a lambança aqui foi generalizada. Tiraram cenas importantíssimas para colocar, por exemplo, uma transa dentro de uma lavanderia! Me desculpem, mas não aceito. E reitero que aqui estou avaliando a adaptação, pois, como eu disse no início desta postagem, como filme, isoladamente, Caixa de Pássaros é interessante. Se eu não tivesse lido o livro eu com certeza ia achar super bacana. Mas eu li, e meu senso crítico não me permite aceitar a bagunça que foi feita. Quer mudar? Muda, mas muda com fundamento!

A única certeza que eu tenho sobre Caixa de Pássaros é de que era melhor ter assistido ao filme vendada. 🙈


34 comentários

  1. Oi Tami!
    KKKKKKKKK EU RI COM ASSISTIR O FILME VENDADA KKKKK JESUS. Eu nao sei do livro, mas as criticas que vi sobre o filme falavam bem ate demais. Eu gosto de ficcao cientifica, mas essa ai nao me chama atencao. Talvez eu leia a obra, mas o filme mesmo, pra mim e so modinha, tipo Casa de Papel e Elite Kkkkk.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca consegui terminar La Casa de Papel de tanto que falavam! Hahahaha

      Excluir
  2. Oi, Tami!
    Eu estava muito ansiosa para ver o filme, tinha até o livro mas acabei passando pra frente. Vi incontáveis opiniões, boas e ruins, e acho que me perdi tanto que hoje não quero ver mais. É foda quando a gente espera demais de uma adaptação, porque eles sempre querem mudar muita coisa que poderia não ter sido mudada. Eu nem vou perder meu tempo então!

    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Nem me importo muito com a mudança em si, desde que faça sentido dentro do propósito da história, sabe?

      Excluir
  3. Hi, Tami! Tudo numa nice?!
    Eu não tenho certeza se estava com muita vontade de assistir ao filme, pelo motivo óbvio de eu ter DETESTADO o livro. Essa mesma nota que deu para o filme eu dei para o livro. Para mim foi bem ruim, arrastado e com algumas coisas que me incomodaram. Mas acontece que vejo as vezes outras coisas que não gosto. Contudo com todos esses comentários negativos eu realmente não vou conferir.
    XO XO
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. ELA TÁ REVOLTS, COOOORRE KKKK
    Concordo contigo que a parte do rio ficou bem sem graça!
    Não tinha pensado nessa questão de "tirar o mérito" da Malorie, mas realmente o livro é bem mais detalhista na questão de como eles sobreviveram a essa situação. Mas terem deixado o Tom viver mais um pouquinho acrescentou um dramazinho a mais, não achei um artifício de todo ruim no filme.
    E o começo eu até achei legal poxa KKKK + ação é bom de vez em quando KKKK
    Posso não ter chegado no teu nível de ódio kkk mas entendo seus sentimentos em relação a adaptação, acho sim que quem não leu com certeza aproveitou bem mais o filme do jeito que ficou!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ps: só não acho que os personagens tenham esse desenvolvimento maravilhoso no livro, há controvérsias 😛

      Excluir
    2. Mas eu não falei que no livro há um desenvolvimento maravilhoso, e sim que aqui os personagens não mostraram o que realmente são. ;)

      Excluir
  5. Hahaha, você realmente odiou a adaptação, né? Fiquei curiosa para ler o livro agora, com essas suas comparações e reclamações. Eu gostei do filme, mas senti que faltou algo, talvez eu encontre esse algo no livro. Realmente é difícil ler um livro, ver seu filme e gostar.

    Iasmin Guimarães | E agora?

    ResponderExcluir
  6. Oiii Tami

    Bom, já tinha meus receios com essa adaptação, agora lendo e descobrindo que destruíram total vários detalhes bons do livro, deixo de fora da minha lista pra sempre. E olha que adoro a Bullock, mas nem por ela acho que vai valer a pena assistir, que pena. Tirar cenas importantissimas pra colocar outras que né, só pra fazer ibope reflete a falta de compromisso em ser fiel ao livro e sua história. Aff, sei lá, outra adaptação que melhor deixa pra lá, bem pra lá.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Tami, sua linda, tudo bem?
    Achei a frase no desfecho da crítica o máximo, ficou perfeito, risos... Eu sempre acabei vendo o filme antes de ler o livro e a primeira vez que fiz o contrário, não consegui gostar do filme. É muito estranho, pois estamos com as cenas do livro na cabeça e é tudo muito diferente. Pelo menos a experiência que tive foi assim. Que pena, estava tão empolgada para ver esse filme. Poderiam ter tido mais cuidado com o roteiro. Sua crítica ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Tami,
    Eu curti o filme, mas não achei excelente, acredito por não ter lido.
    Mas, concordo com algumas de suas ressalvas das falhas de construção. É muito estranho. E eu odiei o que fizeram com a personagem da Sarah Paulson. Eu quero dar uma voadora nesse roteirista.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  9. Oie Tami =)

    Não li o livro, então não posso fazer o comparativo, porém gostei do filme. Tipo, não é o melhor filme que já assisti na minha vida, em confesso que achei algumas partes confusas, mas em suma achei ok.

    Porém, realmente para quem leu o livro, como você e meu melhor amigo (que ficou tão decepcionado quanto você), as expectativas são outras e é muito frustrante como nos decepcionamos com algo que esperando tanto por algum tempo.


    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não é como se eu quisesse um filme idêntico ao livro, mas não esperava tanta mudança desnecessária!

      Excluir
  10. Oi Tami, eu ainda não li o livro, mas achei o filme "Ok". Foi muito bom ver a sua critica, porque vou antecipar a leitura do livro para ter minha própria opinião.

    www.depoisdaleitura.com.br

    Até mais!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Tamires.
    Esse livro foi umas das minhas maiores decepções literárias. Só passei raiva com ele. Por isso nem esperava muito do filme e o que assisti achei bom. Mas concordo com voce nos pontos levantados. Inclusive contei as diferenças para todo mundo que vi falando que assistiu hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi Tami, tudo bem?
    Como não li o livro, pra mim a história foi inédita e consegui curtir. Mas lendo suas ressalvas, é perceptível que como adaptação realmente não foi um bom trabalho. Eu nunca tive vontade de ler o livro, mas agora a curiosidade em conferir a obra é justamente pra comparar esses detalhes.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  13. Oi Tami, eu não li o livro e pra mim o filme funcionou bem, sem nenhum problema, não é o melhor do mundo, mas gostei rsrsrsr

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria não ter lido também, assim não ia passar raiva! Hahahaha

      Excluir
  14. Confesso que quando esse filme lançou fiquei bem curiosa para assistir, mas depois vi tantos comentários ruins sobre ele que acabei desistindo de ver..

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei porque não tinha lido o livro, então não tinha com o que comparar..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Tami,
    Acho que não quero ler exatamente por ter gostado do filme e tenho medo de estragar toda a experiência.
    Entendo seu posicionamento e acho que ficaria tão irritada quanto você se tivesse lido e a adaptação tão esperada fosse ruim.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como não ficar irritada, mas agora já estou zen novamente! Hahahah

      Excluir
  17. Oi, Tami!
    Na época que saiu, choveu gente assistindo e inundando meu feed que eu ando com zero interesse em assistir. Se eu fizer isso, será somente pela Sandra.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a quatro livros e mais um kit de marcadores no instagram

    ResponderExcluir
  18. Oi Tami,

    Eu só assisti ao filme e como não li o livro não posso comparar.
    Mas particularmente eu gostei da adaptação, achei a trama interessante.
    Quero me aventurar no livro depois para compreender melhor as diferenças.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  19. Oi, Thami!
    Finalmente uma resenha que eu concordo do começo ao fim. Antes preciso de dizer que eu gostei do filme, mas como um filme e sem comparar com o livro. Como eu já previa que não chegaria nem aos pés, eu me desliguei da literatura e apreciei apenas como um filme da Netflix mesmo.
    Mas faço de todas as suas palavras as minhas. No livro, eu até senti medo em algumas partes. Aquela do poço? Eu esperei e esperei por ela no filme e no final... Cadê? A falta do cachorro também me deixou triste, porque eu fiquei arrasada no livro hahaha Mas o principal motivo para eu não ter comparado um com o outro enquanto assistia foram as criaturas. O motivo de eu ter amado tanto o livro foi não saber o que eram as tais criaturas, foi a apreensão da protagonista e aquela tensão que o autor me fez sentir conforme lia cada palavra. No filme, eles criaram essa criatura que não me fez sentir nada mesmo. Toda a graça do livro, ia se perder quando nos fosse permitido enxergar o que ela não via. Deu pra entender? hahaha No final, não achei de todo ruim, mas eu indico que as pessoas leiam o livro mesmo! haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Caramba, que crítica, acho que levei um tapa. Não li o livro, então não posso dizer muito sobre, mas adorei ver o seu ponto de vista. Que triste saber que no filme colocaram um homem e tiraram o triunfo dela, acho que um romance vende mais e sei lá... Eu gostei do filme (achei regular), mas entendo a sua revolta no quesito adaptação, com livro que eu gosto fico igual kkkkkkkk
    Beijos
    Our Constellations

    ResponderExcluir
  21. Olá Tamires,


    Vi muitas críticas negativas do filme, mas confesso que vou assistir, estou curioso, parabéns pela resenha...bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir