12 de fevereiro de 2019

Resenha | The Risk - Elle Kennedy


ARC gentilmente cedida por Elle Kennedy.

Autora: Elle Kennedy

Série: Briar U #2

Número de páginas: 432

Ano: 2019

Publicação independente

Skoob: AQUI

Compre: Amazon
Sinopse: Todo mundo diz que eu sou uma garota má. Eles estão apenas parcialmente certos. Eu não deixo o medo me dominar e eu certamente não me importo com o que as pessoas pensam. Mas eu tenho limites quanto a dormir com o inimigo. Como filha do treinador de hóquei da Briar, eu seria desvalorizada se me envolvesse com um jogador do time rival.

E é isso que Jake Connelly é. A estrela de Harvard é arrogante, irritante e atraente demais para o seu próprio bem. Mas o destino é cruel. Eu necessito de sua ajuda para garantir um cobiçado estágio, e o idiota sexy não está facilitando as coisas para mim.

Eu preciso que Connelly finja ser meu namorado.

A cada encontro falso... ele quer um verdadeiro.

O que significa que a garota má está com problemas. Nada de bom pode vir com o fato de se esgueirar por aí com Jake Connelly. Meu pai me mataria, meus amigos se revoltariam, e minha carreira pós-faculdade está em jogo. Enquanto fica mais e mais difícil resistir ao sex appeal e ao sorriso arrogante de Jake, eu me recuso a me apaixonar por ele.

Este é o único risco que eu não estou disposta a correr.


Chemistry is hard to find and even harder to fight.

Química é difícil de encontrar e ainda mais difícil de evitar.

Brenna Jensen é conhecida como a garota má da Briar University. Sua personalidade forte afugenta qualquer um que tenha coragem suficiente de se engraçar para o seu lado sem a sua permissão. Durante a maior parte do tempo ela é inofensiva, porém, quando Jake Connelly, capitão do time de hóquei no gelo de Harvard, resolve se meter em sua vida falando o que ela pode e o que ela não pode fazer, Brenna declara guerra.

Enquanto resolve como vai lidar com o inimigo, Brenna se candidata a um estágio em uma importante rede de cobertura de esportes cujo foco é o hóquei, esporte que Brenna aprendeu a amar desde cedo, já que seu pai, Chad Jensen, foi um grande jogador e agora treina o time vencedor da Briar. Para sua infelicidade, o responsável por sua entrevista, Ed Mulder, é um tremendo de um sexista que acha que mulheres e esportes não são uma boa combinação.

Attitudes like that are the reason why women still face massive roadblocks when trying to break into sports journalism. It's a historically sexist profession, and even now there really aren't that many established female sports journalists. It's not for lack of talent - it's because of men like this, who think vaginas don't belong in sports.
Atitudes como essa são a razão pela qual as mulheres ainda enfrentam grandes obstáculos quando tentam entrar no jornalismo esportivo. É uma profissão historicamente sexista, e mesmo agora não existem muitas jornalistas esportivas estabelecidas. Não é por falta de talento - é por causa de homens assim, que pensam que vaginas não pertencem ao esporte.

Quando descobre que Ed é de Jake, Brenna tem uma ideia da qual se arrepende no momento em que as palavras saem de sua boca. Para tentar chamar a atenção de seu entrevistador, Brenna fala que Jake e ela são namorados. Ed morde a isca e convida os dois para um jantar. Agora ela tem um problema: como convencer Jake a ajudá-la nisso?

Jake está focado em vencer a Briar na final do tornei universitário. Sua meta é graduar-se como um vencedor e para isso ele precisa de foco total, tanto seu quanto de seus companheiros de equipe. Como capitão do time, ele proíbe toda e qualquer distração até que a equipe se consagre campeã, e isso inclui riscar Brenna Jensen da lista de contatos de Josh McCarthy, um de seus melhores jogadores cujo bom desempenho começou a diminuir desde que ele e Brenna começaram a se encontrar.

Brenna virou uma fera quando ele a procurou exigindo que ela se afastasse de Josh, por isso ele fica muito surpreso quando ela pede que ele finja ser seu namorado. A verdade é que Jake adora a personalidade de Brenna e não acha que Josh era o homem certo para ela. O homem certo para Brenna deveria ser alguém que conseguisse lidar com um furacão. O homem certo para ela era ele!

Sendo assim, ele aceita ajudá-la, mas com uma condição. Para cada encontro de mentira, ele quer um de verdade. À medida que os encontros - falsos e verdadeiros - vão acontecendo, Brenna e Jake vão se conhecendo melhor e vão descobrindo que a atração entre eles está a cada dia mais difícil de ser combatida.


Para se entregarem a esta nova paixão, os dois terão que derrubar as barreiras que construíram ao redor de si. Ele em relação aos malefícios que um relacionamento poderia trazer para sua vida esportiva, e ela em relação aos malefícios que um relacionamento com outro jogador de hóquei poderia trazer para sua vida afetiva. Ela já esteve nesta situação antes... e ela não terminou nada bem.

"I forced everyone to get rid of their distractions. Which makes me a total hypocrite, because I wasn't willing to give up mine."
"And I suppose I'm yours?" I'm surprised - and rather proud - by how steady my voice sounds.
"You are," he says simply. "Since I met you, you're all I think about. I'm fucking smitten."
"Obriguei todos a se livrarem de suas distrações. O que faz de mim um total hipócrita, porque eu não estava disposto a desistir da minha."
"E suponho que sou a sua?" Estou surpresa - e bastante orgulhosa - pela firmeza da minha voz.
"Você é," ele diz simplesmente. "Desde que te conheci, você é tudo em que eu penso. Estou fodidamente apaixonado."

••••••••••

São poucos os autores que eu posso chamar de favoritos, conto nos dedos de uma mão e Elle Kennedy é um deles. Quando a série Amores Improváveis terminou eu me senti órfã, mas felizmente a autora anunciou o spin-off  Briar U, que com a publicação de The Risk já conta com dois livros. O primeiro, The Chase, será lançado pela Paralela mês que vem.

Eu já tinha amado a história de Summer e Fitz, mas a de Brenna e Jake é muito melhor! A autora já tinha avisado que não se divertia tanto escrevendo um livro do universo Briar desde O Acordo e que achava Jake muito parecido com Garret. Se fossem irmão, Jake e Garret não seriam tão parecidos! Eles têm o mesmo senso de humor e o mesmo poder de sedução, além de possuírem muita outras qualidades parecidas como foco, determinação, comprometimento... e a capacidade de fazer piadinhas sexuais infames. 😂

Brenna é maravilhosa! Dentre todas as protagonistas do universo Briar, ela é de longe minha favorita. Ela possui uma confiança que em momento nenhum pode ser confundida com arrogância, o que é difícil, pois há uma linha tênue entre as duas. Ela é linda e ela sabe. Ela chama a atenção e ela sabe. Ela não se aproveita disso, a não ser que queira provocar Jake, claro. O passado da personagem é complicado e justifica muitas de suas atitudes, mas acima de tudo me senti orgulhosa por ela ter conseguido dar a volta por cima.

Em The Risk, ambos os protagonistas têm força e os dois tomam a luz do holofote para si quando abrem a boca. Como Brenna tem a personalidade muito forte, tive receio de que ela se sobressaísse muito mais, mas felizmente isso não aconteceu. Ela tem um par à sua altura, um que não se intimida com sua falta de papas na língua. As interações entre eles sempre são ótimas, uma briga de gato e rato deliciosa. Só para constar, a Brenna é o gato! 😉

E o que são esses dois na hora do vamos ver? SOCORRO! 🔥🔥🔥 Peguem um copo de água bem gelada, porque o calor é real.


O que falar dos personagens secundários desta história? Acho que Elle nunca trabalhou tão bem seus coadjuvantes como fez aqui! Destaque para Hollis, Rupi e Hunter. Os dois primeiros começam um relacionamento hilário onde é impossível conter a risada. Quero muito que eles tenham um livro, vai ser uma comédia e tanto! Hunter, que já havia tido um destaque no primeiro livro, não aparece muito neste, mas creio que foi algo proposital já que com certeza o próximo livro, The Play, será protagonizado por ele e sua ausência será justificada, mostrando tudo o que ele estava fazendo nesse meio tempo.

Como sempre gosta de fazer em seus livros, Elle abordou um assunto mais pesado que dessa vez foi o abuso de substâncias químicas e os problemas que isto causa na vida não só do adicto, como também na de todos que estão ao seu redor. Também houve uma abordagem bacana do relacionamento pai e filha de Brenna e Chad. Os dois têm muito bloqueio um com o outro e rola uma confusão de sentimentos que culmina em muitos mal-entendidos, houve um embate entre eles onde a lágrima chegou a rolar.


Eu recebi a ARC e fiquei muito feliz por mais uma vez ter tido a oportunidade de ler a história antes de seu lançamento oficial, que será na próxima segunda-feira. Não vou falar sobre erros e afins, pois não se trata da versão final da história, porém, mesmo assim, o arquivo estava muito bem diagramado e suas mais de 400 páginas passaram voando. Até me surpreendi quando fui verificar e vi que ele era tão extenso, o maior dentre todos os livros do universo Briar até agora! A história é narrada pelos dois protagonistas e como de costume há o POV de ambos.

The Risk só não conseguiu ultrapassar A Conquista no meu ranking de favoritos. Um livro divertido, envolvente e emocionante que com certeza também vai te conquistar!


Leia mais:

The Chase

15 comentários

  1. Oi, Tami!
    Eu amei demais esse livro de uma forma que, na hora da resenha, eu não sabia nem o que falar hahhahaha
    Brenna muito minha guerreirinha! Adorei saber sobre o passado dela e tenho muito orgulho da mulher que ela se tornou.
    Só pensar no Jake que o ovo já frita HAHAHAHAHAHA
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tami! Tudo bom?
    Como eu comentei na resenha da Lu, não tem plot que supere ranço, e meu ranço pela autora nasceu e ficou por causa de alguns livros e da experiência terrível de leitura que a Duda teve com um dos títulos dela. Ai já viu né :v HUHAUSUHSAUHSAUHSAHUSAUHAS passo longe porque infelizmente não tem como surgir interesse.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Tami
    Só imagino o quanto esse livro deve ser maravilhoso! Eu fiquei apaixonada quando descobri que a Paralela ia trazer essa série, apesar de notar diferenças nas capas. Não vejo a hora de conhecer esses personagens e matar a saudade da escrita da Elle.
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Tami, tudo bem?
    Estou tentando vencer meu preconceito com romances hot mais New Adults. Tenho a impressão de que são todos muito parecidos, mas ao mesmo tempo sua empolgação com essa série é contagiante. Quero dar uma chance quando a agenda de leituras ficar mais leve. E achei bem legal a premissa de "para cada encontro fake, um real".
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Parace bastate picante eu gosto desse tipo d livro para empolgante muito bom

    ResponderExcluir
  6. Oi Tami!
    Com certeza eu vou passar a dica pra uma amiga minha KKKKK pq se tem cena erótica ela já ama. Ela leu a outra série da autora e amou. Inclusive me recomenda direto. Esse ano quero vê se leio meu primeiro NA. Quero começar por essa mulher e saber se é boa mesmo.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Tami!!
    Essa Brenna parece ser uma personagem e tanto! rsrsrs
    Eu não costumo ler muito esse gênero, mas a premissa da história parece ser bem bacana!
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
  8. Oie Tami =)

    Pela sua resenha deu para perceber o quando esse livro possui uma narrativa maravilhosa! Eu gosto muito da escrita de Elle, e estou bem curiosa para conferir essa nova série dela.

    Beijos ;**
    Ane Reis | Blog My Dear Library

    ResponderExcluir
  9. Não gosto de histórias que tenham as partes mais picantes, hot. Mas fiquei muito feliz de saber que você adorou. A protagonista parece ter muita personalidade.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro não se resume a isso. Ele não é hot, apenas possui cenas hot.

      Excluir
  10. Olá, Tamires.
    Depois de uma resenha dessa como não querer ler esse livro? Deu para sentir sua empolgação como se você estivesse aqui do meu lado me falando sobre o livro. Espero que não demore horrores sair por aqui, e ainda bem que já vai sair o primeiro, até vi o povo brigando por causa da capa hehe. Estou bem empolgada para ler essa nova série da autora e olha que nem gosto do gênero.

    Prefácio

    ResponderExcluir