9 de março de 2019

Cinema | Capitã Marvel


Título original: Captain Marvel

Lançamento: 07 de março de 2019

Duração: 2h 05min

Direção: Anna Boden e Ryan Fleck

Gênero: Ação, Aventura, Sci-Fi

Elenco: Brie Larson, Samuel L. Jackson, Ben Mendelsohn, Jude Law, Annette Bening, Lashana Lynch, Djimon Hounsou, Gemma Chan, entre outros.

Saiba mais: IMDb - Filmow
Sinopse: Carol Danvers é uma ex-piloto da aeronáutica que se torna uma das heroínas mais poderosas da galáxia. Ao se juntar à Força Estelar, uma equipe militar Kree, ela retorna à Terra com novas dúvidas sobre seu passado e sua identidade quando o planeta se encontra no centro de um conflito entre dois mundos alienígenas.

 

Postagem livre de spoilers!

Vocês devem estar sabendo que Capitã Marvel sofreu ameaça de boicote antes mesmo de sua estreia, né? Brie Larson cutucou a ferida de muito macho com a masculinidade frágil após suas declarações feministas e o hate contra ela atingiu um nível lamentável. Logo após as primeiras exibições do filme, já pipocaram na internet diversas críticas (masculinas, obviamente) falando mal da atriz! Falam que sua atuação é ruim, que ela não tem expressão, que ela não combinou com a personagem... tudo balela! A verdade é que é difícil aceitar o protagonismo heroico feminino, ainda mais uma heroína que não se utiliza de subterfúgios sensuais para absolutamente nada! Mesmo com suas falhas, Capitã Marvel é infinitamente superior a alguns outros filmes do MCU protagonizados por homens, como, por exemplo, Thor.

O filme propriamente dito não possui um roteiro muito relevante, admito. É um roteiro de origem, que preocupa-se em mostrar quem é Carol Danvers (Brie Larson) e qual é a sua história. Humana, a piloto da aeronáutica sofre um acidente durante uma importante missão e é capturada pelos Kree, uma raça alienígena do planeta Hala. Ela perde a memória e deste dia em diante passa a viver como uma Kree em Hala.

Os Kree estão em guerra com os Skrulls, seres transmorfos que querem dominar a galáxia. E é durante uma missão de resgate de um Kree que Carol, que agora se chama Vers, e seus companheiros caem em uma emboscada armada pelos Skrulls. Carol/Vers é capturada e submetida a um experimento onde suas memórias começam a ser remexidas. Durante o processo, ela se lembra de flashes de seu passado e essas lembranças têm ligação com o planeta C-53, mais conhecido como Terra.

Chegando aqui, Carol/Vers começa a correr atrás de suas lembranças. Com a ajuda de Nick Fury (Samuel L. Jackson), ela começa a desenterrar e a montar os fragmentos de sua memória. Com o quebra-cabeça montado, ela compreende sua verdadeira história e descobre quem são seus verdadeiros inimigos.

 

Eu nem tenho palavras para expressar o quão necessário e maravilhoso é este filme! Em nenhum momento, repito, nenhum momento, temos sequer uma olhada apreciativa - sexualmente falando - sendo direcionada à personagem. Não há um romance nem o ensaio de algum interesse amoroso. Vocês sabem a importância disto? O filme é todo sobre Carol! Sobre sua força, sobre as vezes em que ela caiu e se levantou. Sobre todas as vezes em que ela não desistiu mesmo quando os HOMENS ao seu redor falavam que ela não conseguiria alcançar seus objetivos. E é por isso que este filme está incomodando tanto. Ver a força de uma mulher incomoda! Ver um filme de herói enaltecendo a força feminina - e somente isso - incomoda! Eu ia fazer um enorme paralelo explicando os motivos que fazem Capitã Marvel ser infinitamente superior à Mulher-Maravilha na questão do protagonismo feminino, mas não farei. Quem assistir aos dois vai compreender perfeitamente o que eu quero dizer.

Como já mencionei anteriormente, o roteiro não é lá essas coisas. O início do filme chega a ser meio arrastado e o filme só pega no tranco quase chegando em sua primeira hora. Porém, para um filme de origem, creio que isso seja perfeitamente normal. A atuação de Brie está sendo muito questionada, mas será que esses críticos tão idôneos não compreendem que ela está interpretando alguém que não sabe quem é? A atuação dela é confusa? Em certos momentos sim, mas é totalmente pertinente ao papel, ou melhor, aos papéis, que ela interpreta. Tanto isto é verdade que ao final do filme sua interpretação está muito mais concreta e segura. Primeiro a personagem tem que saber quem é para aí então sê-lo por completo. 👌

Esse filme é all about feelings, meu povo. É cada frase empoderadora que os arrepios iam e vinham a todo momento. Prestem atenção no que Carol fala quando se liberta de seu controlador: é uma indireta tão grande ao machismo e ao patriarcado que a vontade que eu tive foi de levantar e aplaudir. Me contentei em aplaudir sentada mesmo, fazer o quê? 😂


Tecnicamente falando, o filme é bem satisfatório. Fiquei de boca aberta com o rejuvenescimento de Samuel L. Jackson, nada a ver com aquele cosplay de Renesmee que fizeram em Nicole Kidman em Aquaman, por exemplo. Foram poucos os momentos em que percebi alguma falha no CGI e mais uma vez achei o 3D desnecessário. A trilha sonora é ótima, temos Salt-N-Pepa, TLC, No Doubt, Nirvana... só musicão!

No filme ainda temos outras boas personagens femininas como Maria Rambeau (Lashana Lynch), colega de Carol na aeronáutica, e Monica Rambeau (Akira Akbar), filha de Maria. Aliás, fiquem de olho em Maria, acho que vamos vê-la novamente dia 25 de abril! Sobre os personagens masculinos eu vou me abster, ok? Samuel L. Jackson está maravilhoso como sempre e seu Nick Fury está ainda mais engraçadinho e afiado, mas vamos manter o foco em quem realmente importa?

E já que mencionei a data de estreia de Vingadores: Ultimato, há sim algo que conecta este filme ao ápice do MCU, é incrível ver como a Marvel não dá ponto sem nó. De uma coisa eu tenho absoluta certeza: Thanos está ferrado!

Spoilers! Selecione por sua conta em risco.

Quem diria que os Vingadores têm esse nome por causa de uma mulher. A macharada pira! 😍
Tesseract sendo causador de tretas desde os anos 90!
Goose, meu mais novo ET favorito!
Sim, temos Stan Lee! 😢
Descobrimos o porquê de Fury não tê-la chamado antes!
Fury, sério que tu perdeu o olho por causa de um arranhão de um gato ET?! 😂


26 comentários

  1. Oi Tami!
    Eu assisti o filme na quinta e eu gostei bastante, mas como eu não assisti o último dos Vingadores, eu fiquei achando o filme bem aquém das expectativas e o começo é meio lento haha mas fora isso, adorei. Acho que fiquei mais animada pra assistir Alita do que Capitã Marvel hahaha
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Tami,
    Há algo que conecta com "Vingadores: Ultimato", mas será que consigo entendê-lo sem assistir "Capitã Marvel"? Esse mês meu cartão está um pouco... Acima do convencional (rs) e eu não vou conseguir ir ao cinema. Só que queria muito assistir ao final dos heróis no cinema :(
    beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tami!
    Eu também gostei do filme e da mensagem que ele passa. Realmente o roteiro não é lá essas coisas, mas foi uma boa apresentação da personagem no MCU. Inserir alguém de extrema importância um filmes antes de finalizarem essa fase é um grande risco, porém foi muito bem feito.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Olá, Tamires.
    Esse mês estou um pouco enrolada aqui em casa por problemas familiares e não vou conseguir ir ao cinema. Não sabia dessa treta ai com a atriz e não tem jeito mesmo não. Machista vai sempre se sentir ofendido por mulheres fortes. Hoje de manha mesmo já discuti com meu irmão por conta do assunto feminicídio. É tão triste ver que tenho dois irmão machistas. Mas que bom que o filme mostrou a que veio e assim que der vou assistir ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente está cercada de machismo, meu pai mesmo às vezes solta umas e eu logo falo umas verdades.

      Excluir
  5. Oi Tami! O filme é muito bom. Eu adorei toda a mensagem emponderadora e a frase final dela para o vilão foi para fechar com chave de ouro. Analisando dentro do aspecto do Universo Marvel, eu gostei demais de finalmente podermos conhecer o Fury.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Tami, tudo bem?
    Esse filme é demais, sério! Eu ainda acho que MM teve um papel bem importante pra mostrar pro mercado (em termos comerciais) que super-heroínas são sim incríveis e lucrativas, mas Carol veio pra mostrar a força feminina do modo mais puro. Amei muito!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em termos comerciais, sim. Mas estou falando no representativo mesmo. ;)

      Excluir
  7. Oi
    que bom que curtiu o filme, quero muito assistir mas sei que vou demorar um pouco, pois não tem cinema aqui. Eu estava lendo algumas coisas falando do filme, mas o pior são ler os comentários das reviws postadas, feito por homens, tem uns que nem assistiu ainda e fazem questão de criticar o filme é tipo ler os comentários do site da globo, so machismo.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Tami.
    Eu quero muito assistir mas não sei se vou conseguir ir ao cinema esse mês. os machos sem noção sempre vão existir, o jeito é a gente ir atropelando e deixando eles pra traz. kkkkkk
    Adorei ler o seu entusiasmo com o filme.
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Oie Tami =)

    Se tudo ocorrer como planejado vou assistir o filme essa semana. Algumas amigas minha já assistiram e falaram que o filme prometeu mais do que entregou, por isso mesmo estando bastante animada e curiosa para assistir, estou segurando a onda para não criar muitas expectativas.

    Beijos e uma ótima semana;***


    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que ele prometeu mais do que entregou, pois desde o início se sabia que era um filme de origem.

      Excluir
  10. Oiii Tami

    Pretendo assistir esse filme na próxima semana, tenho expectativas embora já li muita gente alertando pra não esperar demais e apenas curtir, e acho que o segredo é bem esse....rsrs. Eu gostei desse tom de empoderamento do filme e as mensagens trazidas, ahhh sinto que vou vibrar aqui....

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Amei seu post, estou lendo muitos posts sobre esse filme e todos estão sendo bem positivos. Não gosto muito do gênero, mas é impossível não querer assistir!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  12. Eu adorei de mais o filme e tudo que deixou para nos mostrar no próximo que virá da franquia. Não vejo a hora!!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Tami! eu acho que a Marvel segue sempre a mesma receita, mas com certeza quero ver esse filme!! Que bom que vc curtiu!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  14. Oi, Tami!

    Pelo que percebi da sua resenha e de algumas outras que li hoje, o roteiro não é dos melhores, mas a mensagem que passa em torno da protagonista e toda sua força é o mais importante e representativo. Assim que der assistirei!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Tami!
    Passei bem por cima da tua resenha porque ainda nao vi o filme e quero chegar la sem esperar nada. Eu realmente to evitando coisas relacionadas a ele Kkkk pra nao me decepcionar. Da ultima vez, nao deu certo eu me animar tanto. Mas com certeza to ansioso. Sabado estarei logo cedo pra finalmente matar minha curiosidade. Mas confesso, to muito mais la pela cena pos credito do que pelo filme em si. Meu foco e Vingadores KKKK.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Tami!
    Ainda não vi o filme, que triste 😭
    Gostei de saber que não tem romance no filme, interessante! Mas não foi um elemento que me incomodou, por exemplo, em Mulher Maravilha...
    Tô doida pra ver as cenas pós créditos, rs
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir