9 de março de 2020

Resenha | The Bromance Book Club - Lyssa Kay Adams


Autora: Lyssa Kay Adams

Série: Bromance Book Club #1

Número de páginas: 352

Ano: 2019

Editora: Headline Eternal

Skoob: AQUI

Compre: Amazon
Sinopse: Primeira regra do clube do livro: você não fala sobre o clube do livro.

O casamento de Gavin Scott, segunda base do Nashville Legends, está em apuros. Recentemente, ele descobriu um segredo humilhante: Thea, sua esposa, sempre fingiu o Big O. Ele perde a calma com a revelação e isto é a gota d'água para o fim de seu já tenso relacionamento. Thea pede o divórcio e Gavin percebe que deixou seu orgulho e seu medo ofuscarem o melhor dele.

Bem-vindo ao Bromance Book Club.

Atormentado e desesperado, Gavin encontra ajuda em uma fonte improvável: um clube secreto de livros de romance composto pelos principais homens alfa de Nashville. Com a ajuda de sua leitura atual, um quente romance ambientado na Regência intitulado Courting the Countess, os caras treinam Gavin para salvar seu casamento. Mas será preciso muito mais do que palavras floridas e grandes gestos para que este infeliz Romeu encontre seu herói interior e reconquiste a confiança de sua esposa.


"This is me. And I am a better person than I was before. Not because of the books, but because the books helped me see things differently."
"Este sou eu. E eu sou uma pessoa melhor do que era antes. Não por causa dos livros, mas porque os livros me ajudaram a enxergar as coisas de uma forma diferente."

Gavin Scott é um famoso jogador de baseball do Nashville Legends e acabou de atingir o ápice de sua carreira. No seu casamento, porém, as coisas não estão indo nada bem. Após três anos de relação, Gavin descobre, após um orgasmo real de sua esposa, que ela esteve fingindo os demais durante todo o relacionamento, e não recebe a notícia de uma maneira muito madura. Ele sai de casa durante alguns dias, mas não esperava que as consequências de sua atitude seriam tão drásticas. Machucada e com razão, Thea pede o divórcio, deixando Gavin transtornado.

Thea Scott tinha o sonho de se tornar uma artista, mas seus planos mudam quando ela engravida de Gavin. A gravidez não planejada resulta em um casamento inesperado e apressado que tinha tudo para dar certo se não fosse o combo que vinha junto com ele. Após o enlace, Thea, a contragosto, se torna oficialmente parte das WAGs  - wives and girlfriends -, clube de esposas e namoradas dos jogadores do Nashville Legends. Além de não se conectar com quase nenhuma das mulheres, Thea sabe que a grande maioria acha que ela deu o golpe da barriga em Gavin, pois consegue perceber olhares e cochichos sempre que todas estão reunidas para organizar alguma coisa.

Thea could never shake the feeling when she was around them that she was perpetually that one - the girl they all secretly suspected had gotten pregnant on purpose to trap herself a rich, professional athlete.
Thea nunca conseguiu mudar a sensação, quando estava perto delas, de que ela era perpetuamente aquela garota - a garota que todas elas secretamente suspeitavam havia engravidado de propósito para se prender a um atleta profissional rico.

Thea está tão desgostosa que nem sua vida sexual escapa. Para não decepcionar o marido, finge todos os orgasmos durante as relações sexuais. Certo dia, porém, ela acaba tendo um orgasmo de verdade. Gavin, claro, percebe a diferença e encara isso como um ultraje. Após a reação de Gavin, Thea chega a conclusão que está na hora de mudar, de voltar a ser o que era antes, de voltar a ser feliz. Magoada, ela pede o divórcio, pois não quer outro homem a abandonando ao mínimo sinal de crise.

Morando em um quarto de hotel, Gavin está na pior. Ele sabe que pisou na bola, mas não tem a mínima ideia do que pode fazer para que Thea, que está irredutível, mude de ideia. Quando está praticamente sem esperança, Delray Hicks, seu melhor amigo, surge com uma ideia absurda que ele jura que vai funcionar: um clube do livro secreto composto apenas por homens, que leem romances de todos os tipos, escritos por mulheres, com a intenção de melhorar seus relacionamentos e/ou suas interações com o sexo oposto.

"Men are idiots. We complain that women are so mysterious and shit, and we never know what they want. We fuck up our relationships because we convince ourselves that it's too hard to figure them out. But the real problem is with us. We think we're not supposed to feel things and cry and express ourselves. We expect women to do all the emotional labor in a relationship ant then act confused when they give upon us."
"Os homens são idiotas. Nós reclamamos que as mulheres são tão misteriosas e a porra toda, e que nunca sabemos o que elas querem. Nós estragamos nossos relacionamentos porque nos convencemos de que é muito difícil desvendá-las. Mas o verdadeiro problema está em nós. Nós pensamos que não devemos sentir as coisas, chorar e nos expressar. Esperamos que as mulheres realizem todo o trabalho emocional em um relacionamento e depois nos sentimos confusos quando elas desistem de nós."

Desesperado, Gavin acaba entrando na onda de Del, que separa para ele um romance de época ambientado na regência chamado Courting de Countess (Cortejando a Condessa), que conta a história de Benedict Charles Arthur Seymour, o sétimo conde de Latford, e de Irena Seymour, condessa de Latford. Del explica que escolheu este livro por um motivo muito simples: ele conta a história de um homem que destrói seu relacionamento e tem que lutar para recuperar o amor de sua esposa.

A pergunta que não quer calar é: o clube conseguirá intervir, ou o estrago no relacionamento de Gavin está além do reparo? Gavin precisará se empenhar e, acima de tudo, terá que se desconstruir. Somente assim haverá uma luz no fim do túnel para o seu casamento.

•••••••••• 

Para quem ainda não sabe, The Bromance Book Club fez um grande sucesso lá nas gringas e foi prontamente comprado pela editora Arqueiro. A publicação está prevista para maio, mas eu não consegui esperar mais e aproveitei que o eBook estava custando menos de dez reais. Comprei, li e AMEI. The Bromance Book Club é uma delicinha! Divertido, espirituoso e cheio de mensagens importantes e tiradas super hilárias. Quem imaginaria que um bando de marmanjos, homens considerados machos alfa, iriam criar um clube do livro secreto onde leriam histórias que os ajudariam a se tornar homens melhores... maridos melhores... pais melhores?

Não sei vocês, mas eu nunca tinha me deparado com uma premissa como esta. A ideia de Lyssa Kay Adams foi maravilhosa e ela conseguiu desenvolver o enredo de sua história de uma maneira muito inteligente. Não é difícil nos depararmos com livros que contém duas histórias dentro de uma; a diferença que temos aqui é que há inserções pontuais de Courting the Countess, conteúdos que sempre estão diretamente ligados com as ações dos personagens de The Bromance Book Club. Cenas onde são explorados os mesmos sentimentos - e ressentimentos - de Gavin e Thea, e assim a trama vai se desenvolvendo com uma fluidez tão boa que a vontade que dá é de só largar o livro quando o mesmo chegar ao fim.

Thea e Gavin são personagens muito humanos. Falhos, inseguros e cheios de bagagem emocional; bagagem esta que está diretamente ligada aos problemas que ambos vêm enfrentando, tanto internamente, deles com eles mesmos, quanto no ato de lidar um com o outro.

Thea é uma mulher que desde muito cedo teve de lidar com a rejeição. Primeiro a do pai, depois a da mãe, e por isso sempre foi muito fechada. Quando conhece Gavin e engravida dele, acidentalmente, em uma questão de dias, Thea é catapultada para uma vida muito diferente daquela que sonhara para si. Ela tranca a faculdade de Artes e cai de paraquedas em um mundo de futilidades e competições femininas veladas. Para o bem de seu relacionamento, Thea finge; mas tanto fingimento começa a lhe consumir de uma maneira quase insuportável. Ela tem medo de decepcionar o marido, por isso disfarça o seu descontentamento chegando a anular o próprio prazer, pois sua tensão é tanta que nem orgasmos ela conseguiu ter desde o nascimento de Ava e Amelia, suas filhas gêmeas com Gavin.

Gavin não recebe a novidade de uma maneira muito amigável. Vocês sabem como é, mexeu com a masculinidade, lascou. Qualquer mulher acharia a reação de Gavin mega idiota, eu achei! Mas é aí que começa a incrível desconstrução do personagem. Com a ajuda do clube do livro, Gavin consegue, aos poucos, derrubar barreiras sociais impostas aos homens. São levantadas muitas questões super pertinentes ao longo do livro, como, por exemplo, o preconceito com a literatura feminina. Lyssa deixa bem claro que o propósito do clube não é a conquista barata, e sim o entendimento do sentimento feminino, já que romances românticos são quase que majoritariamente escritos por mulheres para mulheres.

Apesar da fachada, Gavin é um poço de inseguranças. O personagem é gago e seu comportamento no âmbito romântico-sexual está diretamente ligado a questões de seu passado. Lembram da bagagem? A partir do momento que começa a ler Courting the Countess e com a ajuda dos demais membros do clube do livro, ele compreende que é possível ser vulnerável e ainda assim ser homem. Lyssa conduziu as etapas da mudança de Gavin com muita sutileza. Seria inverossímil vê-lo, do nada, transformado. Ao longo do caminho, Gavin tropeça, mete os pés pelas mãos, deixa o homem com o ego ferido vir à tona algumas vezes, mas sempre para, reflete e volta ao que pretender fazer: mudar. Por Thea? Sim. Mas também por ele mesmo.

As interações entre os protagonistas são muito divertidas, mas há momentos em que o ressentimento  fala mais alto e as brigas são inevitáveis. Thea está relutante e Gavin está afobado, então vocês já podem imaginar que daí surgem situações muito cômicas. Preciso pontuar a organização e a ética do clube do livro dos caras, que não ajudam homens infiéis e que fazem intervenções de emergência a qualquer hora do dia, basta pedir um SOS! 😂😂😂 Ahhh, e para os amantes do Pinterest, há uma cena muito hilária dos membros do clube descobrindo as maravilhas desta rede social!!!

The Bromance Book Club possui uma gama de personagens super encantadores. Delray Hicks é o melhor amigo de Gavin e é ele quem convida o mesmo para participar do clube do livro. O próprio já precisou passar pela intervenção do Bromance Book Club (que inicialmente nem tem esse nome) e não quer deixar Gavin meter os pés pelas mãos, pois sabe o que está em jogo. As puxadas de orelha que ele dá no amigo são muito divertidas, ri à beça. Outro que se destaca é Branden Mack, que é quase um nêmesis para Gavin. Nas interações entre os personagens, um ato de bondade é compensado por um de "maldade" em igual medida. Eles amam se odiar e quem ganha com isso é o leitor. E por último cito Liv, irmã de Thea que, honestamente, me deu nos nervos. Assim como a irmã, Liv tem suas questões pessoais muito mal revolvidas, mas nem vou me estender muito porque o próximo livro, Undercover Bromance, será lançado amanhã e contará a história dela e de... Branden Mack. Fiquem de olho aqui no blog! 😉

Eu li a edição digital do livro e amo a capa! Gostaria muito que a Arqueiro mantivesse a arte, torçam junto comigo. A formatação do eBook está simples, mas bem organizada. Aqueles que leem em inglês e quiserem conferir o livro antes do lançamento, aproveitem o precinho super camarada. É bom que a gente já vai divulgando, pois o livro merece hitar por aqui!

The Bromance Book Club foi uma leitura maravilhosa e eu indico sem sombra de dúvidas. Leiam, pois vocês não vão se arrepender, tenho certeza! 💜


* Sinopse e quotes traduzidas por mim.

28 comentários

  1. Oie, tudo bem?? Esse livro desde que a Frini falou dele em um evento entrou na minha lista de leitura. Comprei numa promo e acabei não lendo. A enredo já parecia muito bom simplesmente pelo que eu ouvi falar, mas agora lendo sua resenha acho realmente que ele é o meu número.
    Adorei a resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi através da Frini que eu conheci mesmo. Foi uma dica certeira e espero que você goste, Anastacia! :)

      Excluir
  2. Eu amo livros do gênero, sou suspeita em dizer que são meus favoritos, então fiquei com bastante vontade de conhecer esse! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Vai hitar sim e muito aqui no Brasil! Não vejo a hora de ter meu exemplar na estante e espero que mantenham a capa, pelo menos
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tamires como vai? Primeiramente obrigado por comentar em meu blog. Vejo que a leitura lhe agradou bastante. Me parece um livro divertido, embora eu não leia com frequência livros desse gênero literário acredito que me agradaria. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Tami! Nunca vi premissa assim e achei demais essa situação onde os homens vão se dedicar a entender melhor romance, mulheres e eles mesmos. Ansiosa para ler. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Fiquei apaixonada pela sua resenha! Também quero conhecer a obra.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tami sua linda!
    Eu mal terminei de ler seu resumo e pensei "é esse! quero ler". Eu adorei a proposta, muito diferente do que imaginei e muito legal! Se tem uma coisa que eu realmente vejo é o quanto as mulheres de jogadores profissionais conseguem ser fúteis. É incrível como poucas sobram! É muito legal ver um autor que aposta na restauração do casamento, ao invés de fazer os personagens amarem outra pessoa. Já gostei do Gavin, apenas das burrices.
    Não vejo a hora da editora arqueiro trazer, até me deixou mais feliz!
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ahh Tami eu estou ansiosamente pelo lançamento!! A premissa é ótima e Gavin parece um personagem tão bom. E adorei esse clube, acho que darei boas risadas com a história!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Não sei se é meu estilo de livro, estou em outra vibe nesse momento. Mas adorei saber que você amou a leitura :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tami! Tudo bom?
    Eu tô muito curiosa com esse livro! Vi muita gente elogiando no Goodreads e ai seus surtos com ele. A premissa dá uma ótima romcom (quem sabe com o sucesso alguém adapte correndo) e bom saber que vai vir pra cá logo, já me seguro pra comprar a versão BR.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  11. Você está em uma campanha para me deixar falida, Tamires? Kkkkkk
    Mais um livro que entrou para minha lista, ansiosa pelo lançamento e espero que mantenham a capa, achei muito bonita!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahaha
      Desculpa, mas é que quando o livro é bom a gente tem que panfletar. Hahahhahaha

      Excluir
  12. Oi Tami!
    Aahh já quero esse livro na estante. Imagino as loucuras e pensamentos que esses homens tem lendo os romances. Gostei muito da ideia por trás desse trama do casal.
    Certeza que o livro será muito bem explorado por aqui.
    Arqueiro arrasou e adorei essa capa.
    Beijos!

    Camila
    https://www.bookobsessionblog.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá, Tamires.
    Já quero muito ler esse livro. Só pelo enredo eu já tinha sido fisgada, mas dai ao ver suas impressões sobre o livro fiquei ainda com mais vontade de ler ele. Assim que lançarem por aqui vou comprar com certeza.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  14. Oiii,

    Gente do céu já tinha visto esta capa, mas não tinha prestado atenção em nada da história. Agora eu só quero que maio chegue logo para eu poder ler! Socorro que premissa é essa? Acho que eu também nunca li nada parecido, já quero para ontem kkkkkk fiquei muito curiosa para saber como o clube funciona e como estas leituras vão ajudar ele. Agora vou ficar contando os segundos para o lançamento por aqui para eu poder ler kkkkk. Amei a dica! e já vou me preparar para maio.

    Beijinhos...
    http://equipenerd.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem ?
    Que sensacional ! É algo meio maluco e surreal, porque ao ir lendo, não parece que irá ter conexão e parece simplesmente perfeito. Gostei das fragilidades expostas e ao mesmo tempo os homens lutando contra tudo o que estão lendo, achei muito bacana e fiquei muito feliz em saber que a Arqueiro vai traduzir. Espero que saia logo.
    Beijos
    www.esilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Tami,
    Já queroooooooooooo!
    Adorei essa premissa e sua resenha empolgada só me fez ficar mais ansiosa, que maio chegue logo então. A Arqueiro arrasa nas edições, não acho que nos decepcionará!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Acho que o que prende nesse livro é justamento a premissa de enredo diferente. Além disso, tem a discussão sobre temas importantes, como o machismo, então acaba ficando fácil de se identificar com a história.
    Também amei a capa e vou esperar o lançamento para ler o livro.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  18. Olá! Não tenho o hábito de ler livros com essa premissa, gosto de me aventurar e talvez leia em breve se eu conseguir o livro emprestado com alguém.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, Tamires!
    Eu não conhecia o livro, mas isso se deve ao fato dele ainda não ter sido publicado aqui no Brasil. E preciso ser sincera, quando li a sinopse, não tive nenhum tipo de interesse. Mas eis a surpresa, lendo a sua resenha, eu fiquei super curiosa com a história. Como você mesma disse, achei a proposta bem diferente e importante. Realmente fiquei interessada.
    Sua resenha está excelente!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2020/03/resenha-imperfeitos-livro-1.html

    ResponderExcluir
  20. Oh, Deus! Sua resenha me deixou louca para ler esse livro, mas como não entendo inglês, terei que esperar o lançamento pela Arqueiro. O bom é que não falta muito tempo assim!

    Amei essa premissa deliciosa. Nunca li nada igual e já estou me divertindo antes de ler.kkkkkkkk Louca para ver o mocinho tentando reconquistar a esposa com a ajuda desse clube secreto do livro e o livro indicado por seu amigo. Espero que a mocinha o faça sofrer por um tempo.rsrs

    ResponderExcluir
  21. Olá Tamires!!!
    Eu sou uma péssima leitora no inglês, mas tenho que praticar para melhorar o meu. No entanto, eu adorei o enredo do livro pois não é a porta que muda pelo cara e sim ele, mas ele também muda por ele e a mudança é para começar a entender realmente que ele pode sentir as coisas e que ela também tem suas coisas.
    Espero que o livro hype por aqui.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Tami, tudo bem? Nossa que resenha mais perfeita, eu tinha visto esse livro no seu IG mesmo é ja tinha ficado mega curiosa com a capa, com certeza agora estou em cólicas para conferir essa história! Espero que lancem logo no BR

    ResponderExcluir
  23. Oi, Tamires! Adorei a premissa do livro e sua resenha foi a cereja do bolo para eu querer ler! Acho que inclusive é um conselho que muitos homens inseguros poderiam seguir, talvez isso melhorasse o comportamento de muitos deles em relação às mulheres! rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  24. Oi Tamires, tudo bem?
    TOTALMENTE comprei a premissa desse livro porque a ideia é muito original e sem dúvida tem muito homem precisando URGENTE de um clube do livro desses!
    Esperando lançarem a tradução para poder adquirir e ler, pois a história do Gavin e da Thea me deixou curiosa, mesmo que menos que esse clube do livro, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Um beijo de fogo e gelo da Lady Trotsky...
    http://www.osvampirosportenhos.com.br

    ResponderExcluir